Digite o nome do autor do mesmo jeito que aparece no perfil. Será mostrado tudo que o autor participa.


Icon Icon Icon Icon




A Devil For Me. - Capítulo Mais um dia de trabalho. [+16] por sakymichaelis Ter 29 Out 2013 - 19:57



Cavaleiros do zodíaco-batalha final - Capítulo Prólogo [+13] por VITOR/OTAKU 305 Sab 26 Out 2013 - 17:51



Mid - Demons - Capítulo Prólogo [+16] por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:48



[Me candidato à Beta Reader] Lara_  por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:32



[Me candidato à Beta Reader] Aline Carvalho  por Aline Carvalho Qui 24 Out 2013 - 17:39



Ver tudo





Nós estamos no ar desde
Sab 16 Mar 2013 - 11:57!


Capítulos postados: 479

Comentários postados: 973

Usuários registrados: 491



O último usuário registrado foi:
sayuri234

Parceiros




Compartilhe | 
 

  The Biggest Adventure - Capítulo 06 - A Chegada das Caçadoras e a Profecia [+13]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
MensagemAutor
03072013
Mensagem The Biggest Adventure - Capítulo 06 - A Chegada das Caçadoras e a Profecia [+13]

Clique aqui para ver todos os capítulos desta história!

[img][/img]

Tema do Livro:
Percy Jackson

Gêneros:
Aventura, Death Fic, Universo Alternativo, Furry,

Clique aqui para ver as Informações Iniciais:
 


Clenery P.O.V
Amanheceu ensolarado e fiquei alegre ao constatar que não era a única acordada no chalé 6. Nosso chalé era ao lado do chalé 5, correspondente aos filhos de Ares, e do chalé 7, filhos de Apolo.
Olhei para o relógio de ponteiro em forma de coruja pendurado na parede do andar do chalé e vi que ainda eram 5:00. Os outros campistas, de outros chalés, não deviam nem estar sonhando em acordar ainda.
Acho que era algo característico de filhos de Atena, acordar cedo. Hoje eu tinha uma coisa importante a fazer. Sorri maldosamente.
***
- CLENERY AINGREMONT, EU VOU TE MATAR! - gritou Ana Clara, levantando-se do chão do chalé 11 (Hermes) e correndo atrás de mim.
Metade dos campistas acordaram com o grito dela. Motivo? Eu me vinguei dela por causa do balde de água que ela me atirou alguns dias atrás para me despertar. Alguns campistas riam da situação. Ana Clara estava com o pijama abarrotado e descabelada, sorte a dela não estar de camisola.
Quem visse não acreditaria que eu apenas virei o colchão dela (olhar falsamente inocente)... Ok, talvez eu tenha colocado uma lagartixa na cama dela... Talvez, quando eu tenha virado o colchão, ela acordou e a lagartixa estava descendo do seu cabelo...
Isabel apareceu entre seus colegas de chalé com uma cara "eu vou matar um hoje", basicamente a cara dela ao acordar. Ela nos olhou sem expressão, revirou os olhos e voltou para dentro do chalé. Ela não estava com o cabelo desalinhado (ela nunca acordava com mau hálito ou descabelada ou com o pijama amassado)... Esquisito!
Inclusive, há algo que precisa aprender sobre mim: sou vingativa. Não é algo característico de Atena (eu acho), muito menos de Edgar.
Ana Clara me alcançou, se jogou em cima de mim e ameaçou cuspir em mim se eu não pedisse desculpas (isso Ana, como você é feminina ¬¬').
No final, Isabel voltou para nos bater (já com uma roupa decente) por acordá-la às 5 da manhã. Quando tudo terminou já eram 5:48. Voltamos para nossos chalés, sem esperanças do sono retornar, e nos trocamos. Ernya me lançou um olhar reprovador enquanto calçava seus tênis all star vermelhos.
Vesti minha roupa básica (camiseta, calça jeans e tênis) e acompanhei minhas colegas até o pavilhão. Isabel e Ana Clara vieram sentar-se ao meu lado em uma hora, sob o olhar reprovador de meus irmãos e campistas de outros chalés.
Percebi Isabel se controlando para não retribuir o olhar ou mandá-los calar a boca ou mandá-los fazer algo pior...
- Por que está me olhando com cara de paisagem? - perguntei à Ana Clara, enquanto comia meu sanduíche, ao perceber que ela me encarava serena
- Todos estão comentando, esperava que vocês soubessem - disse Ana Clara tranquila (vou ficar preparada, se ela se vingar de mim por minha vingança haverá guerra declarada)
- Fala logo, criatura - disse Isabel procurando algo para beber, na mesa
- As caçadoras - começou Ana Clara, mas Isabel começou a engasgar assustada.
Pedi ao copo, à frente de Ana Clara, uma água e entreguei o copo à Isabel que aceitou imediatamente, engolindo o líquido.
- O que você disse? - perguntou rouca
- Bel, tudo bem contigo? - perguntei preocupada.
Ela nos olhou considerando a resposta mas logo depois ela corou furiosamente e assentiu com a cabeça.
- As caçadoras - pausou, olhando para Isabel esperando outra interrupção. Recebendo um olhar atravessado - de Ártemis virão ao acampamento. Não se fala de outra coisa desde que Manuela anunciou à Quíron por mensagem de Íris
- O que é mensagem de Íris? - perguntou Isabel
- Um modo de comunicação entre semideuses. Não podemos usar celular porque seríamos rastreadas pelos monstros. Você faz um arco-íris com água, faz uma prece à deusa Íris e joga um dracma na água. O dracma desaparece, você diz com quem você quer falar ou um endereço e a imagem dessa pessoa aparece - explicou Ana Clara
- Quem são as caçadoras e Manuela? - perguntei
- Manuela é filha de Poseidon - foi interrompida novamente
- Irmã do Percy? - perguntou Isabel
- Se ela é filha de Poseidon - respondeu zangada por tantas interrupções - As caçadoras servem à Ártemis (N/A: Ah vá! Nem imaginava!), são imortais e caçam monstros.
- E? Basicamente tudo o que semideuses fazem! - interrompi
- Nós não somos imortais - disse Ana Clara
- Sim, mas caçamos monstros e servimos aos deuses - eu disse
- Continuando - ela disse, aumentando a voz, fingindo que não havia me escutado e que não havia sido interrompida (de novo), ela odiava perder uma discussão para mim - Mas elas tem um preço a pagar pela imortalidade. Ártemis odeia os homens, fora o irmão Apolo. Quer dizer, eu acho que ela não odeia o irmão. Então, todas as caçadoras de Ártemis não namoram nem nada disso. Se se apaixonarem, a benção de Ártemis acaba e elas voltam a ser mortais
Assim, as meninas acharam melhor voltar para as suas mesas, quando Quíron ameaçou se aproximar (para nos dar uma bronca, possivelmente).
***
Às 16 horas, eu saí da arena de treinamento depois de lutar seguidamente com uma espada emprestada e cheguei até a treinar com minhas duas adagas, que descobri se transformassem em um anel duplo de boca da cor roxa. Mas eu estava muito suada para usá-lo, então guardei-o no bolso.
Carla me deu um tapa no ombro e foi para junto de suas colegas de chalé. Sorri, nós temos nos dado muito bem ultimamente. Eu não me lembro de ter feito uma amizade tão rápido, não sou de confiar nas pessoas de primeira e muito menos sou boa para iniciar uma conversa.
Estava trajando uma regata salmão, um short jeans não muito curto (não gosto de mostrar as pernas), uma toalha branca estava pendurada no meu ombro esquerdo e eu segurava uma garrafa d'água (a mão esquerda segurava e a direita abria a tampa da garrafa).
Milagrosamente, meu cabelo estava preso em um rabo de cavalo alto. Eu usava meu parceiro de todas as horas: tênis, dessa vez optei por um esportivo. Bebi um gole da garrafa e sequei meu rosto com a toalha. Sentei-me em uma das arquibancadas.
Olhei em volta, vi várias filhas de Afrodite usando shorts extremamente curtos e tops, deixando a barriga à mostra. Isso me deixa tanto intimidada quanto indignada. Intimidada, pois não era muito magra ou bonita comparada à elas. Indignada, pois elas pareciam... prostitutas.
Lembrei-me de minha época violenta, a época que eu era o menos parecida com Atena do que qualquer outra coisa. Minha época rebelde, acho que a época em que Edgar e Shirlei se casaram. E tinha certeza que era a época em que conheci Isabel.
Eu bebi mais um gole da garrafa, a esvaziando e me levantei indo em direção ao meu chalé. Peguei uma roupa mais confortável (algo que me cobrisse apropriadamente). Podem me chamar de velha porque escuto músicas dos anos 80, mas eu tenho mais cultura que vocês que ficam escutando sertanejo, pagode, samba e funk. Podem me chamar de careta porque eu prefiro uma calça jeans á um short. Eu não ligo! E podem me chamar de nerd porque eu estudo muito e tiro as melhores notas, mas sou mais inteligente que todos os filhos de Afrodite juntos.
Tomei um banho demorado, coloquei uma camisa e uma calça jeans e subi para o 2º andar para ir à biblioteca. Entrei na biblioteca e puxei o livro que era senha da semana.
Peguei um papel reciclado e uma caneta qualquer e pensei em escrever para Edgar... Mas, depois de 5 tentativas, desisti. Peguei alguns livros didáticos das minhas matérias favoritas: história geral (eu lia como se lesse um livro de ficção) e álgebra (peguei um caderno compartilhado e fiz vários cálculos, depois conferia no final do livro para ver se havia acertado).
Uma das coisas que eu mais odiava no colégio: educação física. Primeiro: o uniforme era colado no corpo e o short deixava minhas pernas à mostra. Segundo: eu era péssima em muitos esportes e todos ficavam me criticando.
O que me lembrava que não estava usando meus óculos desde que cheguei ao acampamento, talvez medo de quebrá-los. Eu gostava bastante deles e de usá-los. As coisas que mais gostava no colégio eram as excursões e as olimpíadas de álgebra.
Ouvi a passagem se abrir, revelando Brenda:
- As caçadoras chegaram.

Isabel P.O.V
Acordei com Igor me batendo e falando para eu acordar pois estava havendo uma gritaria no chalé 11, tomara que não seja a Ana Clara por que se for, eu vou espancar ela até a morte. Me levantei e percebi que o chalé estava vazio, como esse povo adora um barraco hein? Fui correndo até lá e quando cheguei, vi a seguinte cena: Uma Ana Clara descabelada correndo atrás de outra garota que pude reconhecer que era a Clery, apenas revirei os olhos e voltei para o chalé, quem elas pensam que são para me acordar? Elas sabem que eu odeio quando me acordam. Deitei na minha cama e comecei a pensar novamente naquele sonho, quem seria uma ameaça maior que Cronos? Por que aquela caixa deixaria o Olimpo em perigo? Depois de 1 hora pensando, decidi que tava na hora do almoço. Cheguei lá junto com Ana Clara, nos sentamos ao lado da Clery e alguns irmãos da mesma começaram a me olhar com reprovação, me segurei para não mandá-los para outro lugar ou revidar o olhar. 
- Por que está me olhando com cara de paisagem?- perguntou Clery à Ana.
- Todos estão comentando, esperava que vocês soubessem.- disse a mesma tranquila.
- Fala logo, criatura.- falei quase gritando, odiava suspense.
- As caçadoras..- começou e QUE DIABOS É ISSO? Comecei a engasgar assustada com isso, Clery pediu um copo de água para mim e bebi rapidamente.
- O que você disse?- perguntei tentando entender aquilo.
- Bel, tudo bem contigo?- perguntou Clery preocupada.
Eu olhei para elas considerando mas ao perceber isso, senti me rosto esquentar 
e assenti imediatamente.
-As caçadoras..- Ana pausou olhando para mim que recebeu um olhar atravessado meu- de Ártemis virão ao acampamento. Não se fala de outra coisa desde que Manuela anunciou à Quíron por mensagem de Íris.
- O que é mensagem de Íris?- perguntei rapidamente.
-Um modo de comunicação entre semideuses. Não podemos usar celular porque seríamos rastreadas pelos monstros. Você faz um arco-íris com água, faz uma prece à deusa Íris e joga um dracma na água. O dracma desaparece, você diz com quem você quer falar ou um endereço e a imagem dessa pessoa aparece - explicou Ana Clara irritada.
-O que são as caçadoras e Manuela?- Clery perguntou.
- Manuela é filha de Poseidon - foi interrompida novamente.
- Irmã do Percy?- perguntei
- Se ela é filha de Poseidon- respondeu irritada- A caçadoras servem à Ártemis, são imortais e caçam monstros.
-E? Basicamente tudo o que semideuses fazem!- Clery interrompeu.
- Nós não somos imortais.- retrucou Ana
- Sim, mas caçamos monstros e servimos aos deuses.- disse Clery.
- Continuando- Ana aumentou seu tom de voz, sempre perdia para Clery nas discussões.- Mas elas tem um preço à pagar pela imortalidade. Ártemis odeia os homens, fora o irmão Apolo. Quer dizer, eu acho que ela não odeia o irmão. Então, todas as caçadoras de Ártemis não namoram nem nada disso. Se se apaixonarem, a benção de Ártemis acaba e elas voltam a ser mortais.
Depois disso, achei melhor voltar a minha mesa pois Quíron estava se aproximando em nossa direção e obviamente nos mandar voltarmos a nossas mesas.
Às 14:00, decidi ir a Arena que havia no meu chalé ao invés de ir a Arena do acampamento, procurei o botão onde se abria a passagem e entrei. Procurei uma armadura para ficar comigo, depois de minutos escolhendo preferi ficar com uma feita de couro de escorpião, comecei a treinar com minha espada em um manequim de madeira até ele ficar se o braço esquerdo e com vários cortes pelo corpo. Fiquei treinando até Julia ir na Arena e me avisar que as caçadoras haviam chegado, não sei por que mas fiquei nervosa.
Sai do chalé e fui ao Pavilhão esperar a chegada delas. Quando chegaram, a primeira a entrar foi uma garota morena, alta e com um arco nas mãos, em seu cabelo havia uma presilha prateada com pedrinhas vermelhas presa no começo de sua trança. Ela tinha um semblante sério, atrás dela vinha uma garota ruiva com um semblante preocupado, elas logo se instalaram no chalé de Ártemis.
No jantar, as mesmas (as caçadoras) se sentaram na mesa de Ártemis e comeram normalmente. Do nada, uma garota ruiva de cabelos curtos que denominei como a Rachel, amiga do Percy veio correndo em minha direção, então parou na minha frente e perguntou:
- Você é Isabel Leal?
- Sim, sou eu.- falei preocupada.
- Tenho uma missão para você.- falou se afastando e de sua boca e olhos saiu uma fumaça verde e começou a falar com a mesma voz desgastada do meu sonho:
- "Uma ameaça maior que Cronos está por vir,
9 semideuses e 2 caçadoras deverão seguir
Uma deixará de seguir aos seus ideais
Outra abandonará aos demais
Consigo, minha jovem aventureira
Levará um amigo de tua confiança,
As três pessoas que mais confia,
A pessoa que você mais odeia
E três desconhecidos
Deverão seguir até a antiga civilização
Levando a caixa de pandora ao Olimpo
Evitando a destruição"

avatar
Clenert
Escritor(a) Padrão

Mensagens : 13
Popularidade : 0
Data de inscrição : 15/06/2013
Idade : 21
Localização : Rio de Janeiro
Respeito às regras : Nenhuma advertência. Após 04 advertências, o usuário será banido.

Escritor especialista em Romance

Ver perfil do usuário http://www.twit7.blogspot.com
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gostou? Então compartilhe: diggdeliciousredditstumbleuponslashdotyahoogooglelive

The Biggest Adventure - Capítulo 06 - A Chegada das Caçadoras e a Profecia [+13] :: Comentários

Nenhum comentário.
 

The Biggest Adventure - Capítulo 06 - A Chegada das Caçadoras e a Profecia [+13]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 

Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: ::::::::: PUBLICAÇÃO DE FANFICS [CATEGORIAS] ::::::::: :: LIVROS-

Site melhor visualizado e operado no Mozilla Firefox ou Google Chrome.
No Internet Explorer você não conseguirá usar muitos recursos especiais.