Digite o nome do autor do mesmo jeito que aparece no perfil. Será mostrado tudo que o autor participa.


Icon Icon Icon Icon




A Devil For Me. - Capítulo Mais um dia de trabalho. [+16] por sakymichaelis Ter 29 Out 2013 - 19:57



Cavaleiros do zodíaco-batalha final - Capítulo Prólogo [+13] por VITOR/OTAKU 305 Sab 26 Out 2013 - 17:51



Mid - Demons - Capítulo Prólogo [+16] por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:48



[Me candidato à Beta Reader] Lara_  por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:32



[Me candidato à Beta Reader] Aline Carvalho  por Aline Carvalho Qui 24 Out 2013 - 17:39



Ver tudo





Nós estamos no ar desde
Sab 16 Mar 2013 - 11:57!


Capítulos postados: 479

Comentários postados: 973

Usuários registrados: 491



O último usuário registrado foi:
sayuri234

Parceiros




Compartilhe | 
 

  O Anel de Noivado - Capítulo 1 - Parte II [+18]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
MensagemAutor
09072013
Mensagem O Anel de Noivado - Capítulo 1 - Parte II [+18]

Clique aqui para ver todos os capítulos desta história!



Tema do Livro:
Saga Crepúsculo

Gêneros:
Angst, Drama, Romance,

Clique aqui para ver as Informações Iniciais:
 



O resultado saiu exatamente meia-hora depois. E não por menos, Alec não era o culpado pelo crime; mas eu não sabia se era porque tudo girava ao nosso favor ou simplesmente porque James quis que isso acontecesse, simplesmente. De qualquer forma, eu o agradeceria por aquilo, já que ele tinha de tudo para ganhar a causa naquele último depoimento, mas tinha deixado passar suas perguntas – o que eu jamais o vira fazer anteriormente.
Obviamente, ele era um ótimo promotor, mas, possivelmente, ele viu que não tinha fundamento continuar persistindo em uma causa que estava ganha. Dava para perceber de longe que Alec tinha jeito de inocente ainda que fosse um filho da **** cheio de droga na cabeça – ainda assim, também dava para perceber que ele era muito inteligente ao ponto de jamais deixar-se colocar drogas em sua mala, afinal aquele era um crime grave; se, de fato, fosse Alec o malfeitor da história, certamente ele engoliria a porcaria da droga e tomaria um laxante assim que chegasse no seu destino.
Alice estava ao meu lado quando todos estavam saindo daquela sala, mas eu me ergui com quase a mesma velocidade em que vi Alec receber sua soltura, sendo considerado um homem livre de novo. Ao mesmo tempo, entretanto, eu ouvi a voz rígida de James me chamar.
— Parabéns — o homem disse.
— Parabéns? — eu quase retruquei, segurando meu nervosismo. — Eu esperava mais de você, promotor. Você me entregou de bandeja a sua cabeça e ainda me diz parabéns? — eu estava irritadiça e irônica àquele momento. — Mas se você acha que está sendo muito esperto com isso? Foi o pior julgamento que fiz em toda a minha vida; achei que você estava brincando comigo.
— Considere esse o meu presente. Um presente pelo seu novo cargo
— Presente…
Alice apertou meu braço, de mal grado, como se me forçasse a aceitar aquilo. Eu não teria agido daquela forma se estivesse no lugar dele.
— Negócios a parte — ele recomeçou —, eu não tenho nada para essa noite.
— Ela também não tem nada — Alice tomou a frente em nossa conversa. — Que tal vocês assistirem a uma peça de teatro e, depois, um jantar?
— Alice! — eu quase bravejei, mas isso não a fez se irredutível.
— Por mim, está ótimo.
— Olá! Eu estou aqui — eu tornei a dizer, cada vez mais enfurecida.
— Eu te busco em casa, Tanya — ele disse, sorrindo. — Esteja pronta às oito.
Sai caminhando à frente, irritadiça, enquanto sentia Alice rindo às minhas costas. Qual era a dela? Por que ela precisava fazer aquilo comigo? Estava certo que eu ainda não digerira a ideia do casamento de Edward com Isabella, mas chegar a tal ponto? Não julgava tal coisa necessária.
— Espere por mim, Tanya — ela disse, quando eu já estava atravessando a rua para voltar ao meu carro.
— Traidora — disse-a, virando ligeiramente e expondo-me aos manifestantes, que já sabiam da notícia sobre o julgamento e, ao mesmo tempo, sendo vaiada por alguns; eu não me importei, seguindo para o lugar em que meu carro estava. — Você não precisava me expor daquela forma para o James.
— Se eu não te conhecesse, eu te comprava como bibelô, prima, porque dentro dos Tribunais você é uma pessoa totalmente diferente da que eu conheço e, portanto, você pode começar a parar de se comportar como uma santa — ela riu ainda que tentasse segurar-se. — Vou com você até seu flat, te ajudarei a se arrumar e fim de papo: você vai sim à esse encontro.
Eu desisti. Abri meu carro e entrei no mesmo, dando um jeito de sair dali o quanto antes, mas eu sabia que mesmo procurando outros caminhos para chegar em casa, Alice estaria me esperando lá. Além do mais, seria terrível se, repentinamente, eu não aparecesse àquele encontro fajuto: seria péssimo para a minha reputação – e ela já estava baixíssima.

avatar
nscherbatsky
Moderadora
Moderadora

Mensagens : 39
Popularidade : 13
Data de inscrição : 16/06/2013
Idade : 25
Localização : São Paulo
Respeito às regras : Nenhuma advertência. Após 04 advertências, o usuário será banido.

Escritor especialista em Romance

Ver perfil do usuário http://nscherbatskyfanfics.blogspot.com.br/
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gostou? Então compartilhe: diggdeliciousredditstumbleuponslashdotyahoogooglelive

O Anel de Noivado - Capítulo 1 - Parte II [+18] :: Comentários

Nenhum comentário.
 

O Anel de Noivado - Capítulo 1 - Parte II [+18]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 

Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: ::::::::: PUBLICAÇÃO DE FANFICS [CATEGORIAS] ::::::::: :: LIVROS-

Site melhor visualizado e operado no Mozilla Firefox ou Google Chrome.
No Internet Explorer você não conseguirá usar muitos recursos especiais.