Digite o nome do autor do mesmo jeito que aparece no perfil. Será mostrado tudo que o autor participa.


Icon Icon Icon Icon




A Devil For Me. - Capítulo Mais um dia de trabalho. [+16] por sakymichaelis Ter 29 Out 2013 - 19:57



Cavaleiros do zodíaco-batalha final - Capítulo Prólogo [+13] por VITOR/OTAKU 305 Sab 26 Out 2013 - 17:51



Mid - Demons - Capítulo Prólogo [+16] por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:48



[Me candidato à Beta Reader] Lara_  por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:32



[Me candidato à Beta Reader] Aline Carvalho  por Aline Carvalho Qui 24 Out 2013 - 17:39



Ver tudo





Nós estamos no ar desde
Sab 16 Mar 2013 - 11:57!


Capítulos postados: 479

Comentários postados: 973

Usuários registrados: 491



O último usuário registrado foi:
sayuri234

Parceiros




Compartilhe | 
 

  Sombrio Como a Noite. - Capítulo 14 [+16]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
MensagemAutor
18072013
Mensagem Sombrio Como a Noite. - Capítulo 14 [+16]

Clique aqui para ver todos os capítulos desta história!

[img][/img]

Tema do Desenho / Quadrinho:
Batman.

Gêneros:
Ação, Amizade, Aventura, Mistério, Romance, Suspense, Tragédia,

Clique aqui para ver as Informações Iniciais:
 


Piada Sem Graça.

Ricky estava nas Indústrias Wayne sendo levado pela mesma equipe que tentou salvar Dick para a ala hospitalar, ao lado dele Tim e os outros o acompanhavam.

—Ricky, fica com a gente rapaz. –Tim disse desesperado.

—Vamos lá garoto, você vai ficar bem. –Jason disse também preocupado.

O garoto quis falar alguma coisa para acalmá-los, mas sua voz não saía, ele podia ouvir e ver, mas não podia falar nem se mexer.

—Agora é com a gente, prometemos que ele vai ficar bem. –O médico então fechou a porta e a equipe levou Ricky para a sala de cirurgia.

Foi um reflexo da morte de Dick, mas desta vez todos estavam lá. Barbara estava chorando sem parar, com medo de perder o filho assim como tinha perdido seu marido.

—Vai ficar tudo bem Barbara, ele vai sair dessa. –Stephanie disse tentando acalmar ela.

—Como, você viu os ferimentos dele. –Barbara disse e Stephanie a abraçou.

—Eles são a melhor equipe daqui Barbara, eu garanto, não vou deixar Ricky morrer. –Bruce disse também tentando acalmar ela.

—Isso é sua culpa, se não tivesse mostrado a Toca para ele, ele nunca faria isso. –Barbara disse com raiva.

—Não foi culpa dele. –Jason disse defendendo Bruce, o que surpreendeu a todos. —É escolha de cada um ser ou não parte da vida secreta dessa família, o Bruce nunca forçaria o garoto a ser o Asa Noturna foi escolha dele para achar o assassino do Grayson.

Dito isto todos se sentaram e ficaram quietos. Depois de duas horas uma enfermeira foi até eles.

—Como ele está? –Barbara perguntou quase em desespero.

—Ele está bem, a cirurgia foi um sucesso, ele está descansando, mas disse que quer falar com todos vocês. –A enfermeira os informou.

—Obrigado. –Bruce disse apertando a mão da enfermeira.

Eles foram para a sala onde Ricky estava, quando entraram viram que o garoto estava melhor, suas feridas haviam sido fechadas, e ele não estava na cama.

—Devia repousar. –Barbara disse preocupada.

—Tudo bem, eu já me sinto melhor. –Ricky disse para tranquilizar sua mãe. —Como está o meu uniforme?

—O Lucius está cuidando dele, já deve ter sido concertado. –Bruce respondeu.

—Espera, você vai ir atrás dele de novo, não basta o que ele fez agora, você quer caçar ele de novo. –Barbara disse zangada.

—Eu sei que se preocupa mãe, mas eu não tenho opção, não depois do que eu descobri. –Ricky disse olhando para baixo.

—O que você descobriu? –Selena perguntou.

—Eu vi ele, o rosto dele e eu sei quem é o outro Asa Noturna. –Ricky disse e todos ficaram surpresos.

—E quem é ele? –Bruce perguntou.

—Ele é...

Quando Ricky ia responder a televisão do quarto chamou sua atenção, quem estava na tela era o Coringa.

—Som, som, isso tá ligado, pronto, olá povo de Gotham como vão, aqui é o seu anfitrião Coringa, com o show favorito, Quem Morre Primeiro! –Coringa exclamou mostrando três pessoas amarradas em cima de um tonel com o mesmo acido que o criou. —Primeiro batam palmas para o nosso responsável e bonitão, comissário de polícia Jhon Blake, a próxima é a nossa repórter local senhorita Vicky Vale, e por ultimo a minha querida filinha Piadista.

—Esse maluco. –Jason disse com raiva só de ver o palhaço. —Achei que tinham prendido ele.

—Deve ter escapado do Arkham durante a confusão. –Tim disse sem tirar os olhos da tela.

—Eu sei que ninguém dessa cidadezinha ridícula liga para ela, mas tem um herói em especial que gosta muito dela, não Passarinho. –Coringa disse com sua típica voz de maníaco. —Eu dou ao Asa Noturna e resto do pessoal do Batbocó exatamente uma hora para chegar até aqui, senão eu jogo eles nesse ácido, daí a pericia só vai ter ossos para analisar, ha, ha, ha, ha, ha, ha, ha, ha.

—Eu vou atrás dele. –Ricky disse pegando uma roupa que sua mãe tinha trazido para ele.

—Mas não vai mesmo, você quase morreu agora pouco, não pode sair agora. –Barbara disse segurando ele.

—Mãe, ele pegou a Piadista porque sabe que ela é importante para mim. –Ricky disse de costas para sua mãe.

—Mas por quê? –Barbara perguntou impaciente.

—Porque eu amo ela! –Ricky respondeu gritando e se soltando de Barbara e saindo da sala.

—Mas não vai sozinho. –Jason disse indo atrás de Ricky. —Eu tenho negócios não resolvidos com o palhaço.

—Todos nós vamos, somos uma equipe agora, temos que agir como tal. –Batman disse.

—É isso aí. –Stephanie disse apoiando seu marido.

—Estaremos juntos para o que você precisar Richard. –Cassie disse formal como sempre.

—Então o que estamos esperando. –Ricky disse sorrindo.

Os heróis se equiparam e foram rapidamente para o fábrica, Batman e Batgirl no batmóvel, e Capuz Vermelho, Asa Noturna e Morcega Negra nas batmotos. Assim que chegaram na fábrica, viram várias pessoas paradas na frente da entrada, todas eram como o Coringa, cabelos verdes, pele branca, lábios vermelhos e o aquele sorriso sinistro.

—Quem são eles? –Batgirl perguntou.

—Foram expostos ao Veneno do Coringa. –Capuz Vermelho respondeu pegando suas pistolas.

—Espera não podemos matar eles. –Batman disse abaixando as armas de Jason. —Estão desorientadas por causa do veneno.

—Errado, o Coringa nos deu uma nova perspectiva. –Um deles disse.

—E agora, nós adoramos matar e destruir, nós somos os Agentes do Caos. –Outro disse.

Os vilões foram para cima dos heróis, mas eles conseguiram se defender, Batman lançou um de seus batarangues explosivos para dispersá-los, Batgirl pegou seu cajado e começou a bater neles junto com Morcega Negra que usava seus conhecimentos em artes marciais, Asa Noturna e Capuz Vermelho estavam mais a frente, o anti-herói abria caminho atirando nos vilões.

—Capuz eu preciso de um impulso! –Asa Noturna disse em voz alta.

—Manda ver garoto! –Capuz Vermelho disse juntando as mãos para jogar Asa Noturna para dentro da fábrica.

Asa Noturna subiu com um pé na mão do Capuz Vermelho, então Jason o jogou para cima, rapidamente os maníacos foram para cima dele, mas ele conseguiu se virar, Asa Noturna se segurou em uma das janelas e a quebrou para entrar. Lá dentro ele viu o Coringa olhando para os reféns que estavam pendurados por correntes.

—Então você veio, eu estava esperando você passarinho. –Coringa disse se virando para Asa Noturna.

—Solte a Piadista e os outros, agora! –Asa Noturna ordenou.

—Deixe eu pensar, é pensei, não! –Coringa disse jogando uma bomba de fumaça contra Asa Noturna.

Quando sentiu o cheiro daquela fumaça Asa Noturna desmaiou, aproveitando que o garoto estava desacordado Coringa o amarrou. Não levou muito tempo para Ricky acordar, quando abriu os olhos viu o Coringa mexendo em uma bolsa exageradamente grande.

—Como eu te mato? Marreta, não te mataria muito rápido. Revolver, não está sem balas. Torta, não isso é a minha sobremesa. Bazuca não, isso iria me matar também. Opa, já sei, o meu ato clássico. –Coringa disse pegando um pé-de-cabra e o batendo de leve em sua mão. —A Morte na Família, ha, ha, ha, ha, ha, ha, ha!

avatar
Samuel Jr
Escritor(a) Padrão

Mensagens : 26
Popularidade : 1
Data de inscrição : 25/06/2013
Idade : 20
Localização : Botucatu, SP
Respeito às regras : Nenhuma advertência. Após 04 advertências, o usuário será banido.

Escritor especialista em Fantasia

Ver perfil do usuário
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gostou? Então compartilhe: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

Sombrio Como a Noite. - Capítulo 14 [+16] :: Comentários

Nenhum comentário.
 

Sombrio Como a Noite. - Capítulo 14 [+16]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 

Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: ::::::::: PUBLICAÇÃO DE FANFICS [CATEGORIAS] ::::::::: :: DESENHOS / QUADRINHOS-

Site melhor visualizado e operado no Mozilla Firefox ou Google Chrome.
No Internet Explorer você não conseguirá usar muitos recursos especiais.