Digite o nome do autor do mesmo jeito que aparece no perfil. Será mostrado tudo que o autor participa.


Icon Icon Icon Icon




A Devil For Me. - Capítulo Mais um dia de trabalho. [+16] por sakymichaelis Ter 29 Out 2013 - 19:57



Cavaleiros do zodíaco-batalha final - Capítulo Prólogo [+13] por VITOR/OTAKU 305 Sab 26 Out 2013 - 17:51



Mid - Demons - Capítulo Prólogo [+16] por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:48



[Me candidato à Beta Reader] Lara_  por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:32



[Me candidato à Beta Reader] Aline Carvalho  por Aline Carvalho Qui 24 Out 2013 - 17:39



Ver tudo





Nós estamos no ar desde
Sab 16 Mar 2013 - 11:57!


Capítulos postados: 479

Comentários postados: 973

Usuários registrados: 491



O último usuário registrado foi:
sayuri234

Parceiros




Compartilhe | 
 

  Sombrio Como a Noite. - Capítulo 16 [+16]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
MensagemAutor
18072013
Mensagem Sombrio Como a Noite. - Capítulo 16 [+16]

Clique aqui para ver todos os capítulos desta história!



Tema do Desenho / Quadrinho:
Batman.

Gêneros:
Ação, Amizade, Aventura, Mistério, Romance, Suspense, Tragédia,

Clique aqui para ver as Informações Iniciais:
 



Morcegos Contra Corujas.

Na mansão Ricky contou a todos sobre a sua luta com Damian e a descoberta de que ele era o Impostor que tinha matado.

—Eu não consigo acreditar, o Dick e o Damian sempre foram tão próximos. –Stephanie disse chocado.

—Eu sei, foi uma surpresa para mim também, mas eu tenho certeza que era ele. –Ricky disse com a voz pesada.

—Mas por quê? Por que ele fez isso? –Bruce se perguntou ainda chocado.

—Pela Corte. –Disse um homem que estava de pé no corrimão da escadaria.

—Um Garra. –Tim disse preparado para lutar com ele.

—Não Tim, ele não é nosso inimigo. –Bruce disse colocando a mão no ombro de seu filho. —Já faz muito tempo Calvin, o que você faz aqui?

—Vim falar do horrível destino do seu filho Wayne. –Garra disse saltando para o chão.

—O que você sabe do Damian? –Bruce perguntou com raiva em sua voz.

—Damian Wayne vendeu sua alma a Corte das Corujas. –Garra disse deixando todos menos Bruce, Time, Barbara e Jason confusos.

—O que é a Corte das Corujas? –Ricky perguntou.

—Um organização secreta que há alguns anos atrás controlava o crime de Gotham, eles treinam assassinos especiais que chama de Garras para apagar aqueles que sabem de sua existência, Richard seu tataravô Willian Cobb é um deles. –Bruce explicou para Ricky.

—Espera meu tataravô ele já não morreu. –Ricky perguntou confuso.

—Os Garras foram geneticamente modificados para não morrer, seus corpos se regeneram a uma velocidade espantosa, alguns tem até mesmo o poder de voltar dos mortos. –Bruce disse deixando todos mais nervosos ainda.

—Mas o que o assassinato do meu pai tem haver com isso? –Ricky perguntou para o Garra.

—Uma vez Garra sempre Garra, esse é um destino carregado pela família, seu pai negou o cargo de Garra e por isso a Corte o eliminou. –Garra explicou. —Mas além disse, existem três condições para ser um Garra cortar seus laços.

—Laços? Como assim laços? –Ricky perguntou mais confuso ainda.

—Laços paternos, laços fraternos, laços amorosos, ele teve de matar seu pai e seu amor, o próximo é o irmão. –Garra explicou.

—Mas se assim por que ele não veio atrás do Bruce? –Tim de perguntou.

—Por que o Dick sempre apoiou Damian quando podia e eu só dava ordens ao garoto, o sobrecarregava, mas o Dick sempre o ajudava, aos olhos do Damian, Dick é seu pai. –Bruce deduziu. —E a parte do irmão, Rick e Damian foram criados juntos, brincaram juntos, treinaram juntos, são irmãos de espírito.

—E agora para terminar a união dele com a Corte, ele tem que te matar. –Garra disse.

—Então é simples, prendemos ele e isso acaba. –Ricky sugeriu.

—Infelizmente não é tão simples, Cobb preparou um exército de Garras, ele sabia que a traição de Damian iria abalá-los, ele vai destruir Gotham com seu exército e dominar a cidade. –Garra disse a eles.

Todos se entreolharam por algum tempo, ponderando sobre o que fazer.

—Não temos opção teremos que lutar contra eles. –Maggie disse se pronunciando pela primeira vez entre eles.

—É um exército de assassinos altamente treinados, e geneticamente modificados para serem indestrutíveis, não temos chance contra todos eles. –Jason disse com frustração.

—Não saberemos até tentar. –Ricky disse com um sorriso no canto da boca. —Meu pai iria querer que lutássemos até o fim, não iria?

—Tem razão, Dick não era um covarde, ele enfrentaria milhares de criminosos sozinhos se fosse para proteger Gotham. –Tim disse lembrando dos valores de Dick.

—Então estamos decididos? –Ricky perguntou para ter certeza.

—Se vão mesmo fazer isso vão precisar de toda a ajuda possível. –Bruce disse.

Todos desceram até a Batcaverna, lá cada um deles vestiu seu uniforme, e Selena também colocou um novo uniforme de Mulher-Gato que ela usava quando havia se unido a Bat-Família.

—A senhora vai vir com a gente? –Piadista perguntou preocupada com Selena.

—Não se preocupe querida, essa gata pode não ser tão jovem, mas suas garras ainda são afiadas. –Mulher-Gato disse.

—Piadista, vamos enfrentar assassinos muito bem treinados, você vai precisar de alguma proteção. –Batgirl disse entregando uma roupa parecida com a do Asa Noturna, mas roxa e sem nenhum símbolo.

—Eu usava isso quando era a Salteadora, acho que ainda da para o gasto. –Batgirl disse colocando a mão no ombro da garota.

—Obrigada. –Piadista disse trocando suas roupas.

Quando olhou para o lado Ricky viu Bruce com uma roupa toda preta e vestindo uma armadura também preta com um morcego prateado.

—Você vai vir com a gente também? –Ricky perguntou.

—Posso ser velho, mas ainda sirvo para alguma coisa. –Bruce disse colocando o capacete de sua armadura que tinha a mesma forma do capuz do Batman, mas a boca não aparecia.

—E essa coisa o que é? –Tim perguntou dessa vez.

—Um protótipo no qual estou trabalhando, é a Bat-Armadura. –Bruce disse com uma voz robótica.

Depois de se equiparem, Garra levou eles até o lugar onde Damian e Willian haviam preparado seu exército.

—Quantos são? –Capuz Vermelho perguntou.

—Aproximadamente, uns noventa e cinco. –Bruce disse analisando o exército com os controles de sua armadura.

—Eu esperava mais. –Batgirl disse.

—Eles são assassinos altamente treinados e são indestrutíveis, cada um deles tem a força de um exército.

—E então o que estamos esperando. –Capuz disse sacando suas armas.

—Jason, eles são inimigos formidáveis, são quase indestrutíveis, por isso, não quero que se segura. –Batman disse.

—E você Garra vai vir com a gente? –Mulher-Gato perguntou.

—Eu cansei de fugir da Corte, isso acaba hoje. –Garra disse determinado.

—Eu... eu acho que não estou pronta para algo assim. –Piadista disse com medo.

—Tudo bem Maggie, eu vou te proteger. –Asa Noturna disse dando um beijo na testa dela.

—Afinal vamos ficar aqui tricotando, vamos logo. –Jason disse indo para o campo de batalha.

Todos seguiram Capuz Vermelho, assim que viram os heróis os Garras foram para cima deles, mas rapidamente Bruce disparou um míssil de sua armadura que mandou vários deles para o alto, mas eles se regeneraram e atacaram novamente, Jason tentou afastar alguns com tiros, enquanto os outros lutavam como podiam.

—Eu preciso chegar até o Damian. –Asa Noturna disse acertando alguns Garras com seus bastões.

—Eu vou com você, não vai conseguir vencer ele sozinho. –Piadista disse lançando suas cartas nos Garras.

—Tá bem, Bruce pode abrir caminho para nós? –Asa Noturna perguntou.

—Deixa comigo. –Bruce respondeu atirando com as armas da armadura nos Garras derrubando eles.

Asa Noturna e Piadista seguiram Bruce até chegar à base na qual Damian estava no topo. Na torre, Damian, Devastadora e Cobb observavam a batalha.

—Não vai se unir a eles? –Garra perguntou.

—Meu alvo é o Grayson e ele vai vir até mim. –Damian disse dando as costas para a batalha.

Asa Noturna se preparava para disparar seu gancho, mas um Garra apareceu ia atacar eles por trás se Jason não tivesse intervido, o anti-herói atirou dezenas de vezes contra o Garra, ele então tirou o cartucho de munição de suas armas e as jogou para cima, quando elas caíram de volta ele colocou mais munição.

—Vai logo rapaz, nós cuidamos das coisas por aqui. –Capuz Vermelho disse atirando nos Garras enquanto Asa Noturna e Piadista subiam. —Brinquem direito crianças.

Quando chegaram ao lugar onde Damian estava os dois juntos quebraram a janela e entram, Garra tentou atacar os heróis, mas Asa Noturna o jogou para fora pela janela quebrada então ele e Damian ficaram se encarando.

avatar
Samuel Jr
Escritor(a) Padrão

Mensagens : 26
Popularidade : 1
Data de inscrição : 25/06/2013
Idade : 20
Localização : Botucatu, SP
Respeito às regras : Nenhuma advertência. Após 04 advertências, o usuário será banido.

Escritor especialista em Fantasia

Ver perfil do usuário
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gostou? Então compartilhe: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

Sombrio Como a Noite. - Capítulo 16 [+16] :: Comentários

Nenhum comentário.
 

Sombrio Como a Noite. - Capítulo 16 [+16]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 

Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: ::::::::: PUBLICAÇÃO DE FANFICS [CATEGORIAS] ::::::::: :: DESENHOS / QUADRINHOS-

Site melhor visualizado e operado no Mozilla Firefox ou Google Chrome.
No Internet Explorer você não conseguirá usar muitos recursos especiais.