Digite o nome do autor do mesmo jeito que aparece no perfil. Será mostrado tudo que o autor participa.


Icon Icon Icon Icon




A Devil For Me. - Capítulo Mais um dia de trabalho. [+16] por sakymichaelis Ter 29 Out 2013 - 19:57



Cavaleiros do zodíaco-batalha final - Capítulo Prólogo [+13] por VITOR/OTAKU 305 Sab 26 Out 2013 - 17:51



Mid - Demons - Capítulo Prólogo [+16] por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:48



[Me candidato à Beta Reader] Lara_  por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:32



[Me candidato à Beta Reader] Aline Carvalho  por Aline Carvalho Qui 24 Out 2013 - 17:39



Ver tudo





Nós estamos no ar desde
Sab 16 Mar 2013 - 11:57!


Capítulos postados: 479

Comentários postados: 973

Usuários registrados: 491



O último usuário registrado foi:
sayuri234

Parceiros




Compartilhe | 
 

  Dark Side - Capítulo 04 - Vampiro versus Lobisomem [+16]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
MensagemAutor
18072013
Mensagem Dark Side - Capítulo 04 - Vampiro versus Lobisomem [+16]

Clique aqui para ver todos os capítulos desta história!

[img][/img]

Gêneros:
Drama, Ecchi

Clique aqui para ver as Informações Iniciais:
 


A confusão armada por Calliou não é só por causa meu passado, mas por causa do que ele é.
Eu e Calliou não somos diferentes só na aparência. Nosso pai, Willian Seinfeld, tinha adoração por mulheres humanas. Ele é fascinado pelo calor natural dos corpos. Quando ele e mamãe se casaram não queriam filhos. Mamãe só pensava em sua carreira e papai sabia o que os filhos seriam.
Quando mamãe soube que estava grávida, e de gêmeos, ficou radiante com a idéia, mesmo sendo uma gravidez de risco, o que deixou meu pai ainda mais preocupado. Apesar de toda complicação, nascemos normais e mamãe sobreviveu.
Calliou e eu éramos unha e carne, não nos separávamos por nada. Por volta dos 10 anos, com a chegada da pré-adolescência, começamos a notar umas mudanças que não acontecia com as outras crianças.
Algumas vezes tínhamos febre acima de 40 graus, mas que não nos abatia. Outras nossa temperatura era tão baixa que era como se estivéssemos com hipotermia. Da mesma forma que pêlos cresciam por nossos corpos rapidamente, eles simplesmente caiam como mágica.
Éramos muito ágeis e nada passava despercebido por nossa visão. Muito detalhistas, memorizávamos as coisas facilmente.
Por mais exames que nossa mãe pedisse, não encontravam nada de anormal, ao contrário, os médicos diziam que tínhamos saúde de ferro.
Meu pai percebendo o que estava acontecendo conosco resolveu pesquisar, mas quase não acreditou no que descobriu.
Quando se casou com uma humana, não imaginou que estava se casando com uma descendente de lobisomens.
— Só falta você me dizer que vampiros existem. — ela disse rindo quando ele mostrou a árvore genealógica dela.
Ele não pôde mais guardar o segredo que escondia a sete chaves.
Foi a primeira vez que discutiram e mamãe chorou a noite inteira.
Tínhamos 12 anos quando ele nos levou para acampar e nos contou sua descoberta. O fato dele ser vampiro desencadeou o gene adormecido.
Meu pai nos explicou que a exceção na história dos lobisomens é o fato que não se transmite com arranhões ou mordidas como falam e não se transformam só na Lua cheia, uma vez que os vampiros estão por ai todo o tempo. Os vampiros não saem só à noite. As queimaduras que o Sol causa são as mesmas que acometem em humanos depois de um longo período em exposição. A luz solar que tanto beneficia os humanos os mantendo aquecidos enfraquece os vampiros os tornando quase mortais. É necessária certa quantidade de sangue para aquecer o corpo e manter a imortalidade, sendo assim não precisam matar os humanos.
Tanto lobisomens quanto vampiros são serem amaldiçoados por isso são mais fortes à noite.
Ser filho de vampiro não quer dizer que já nascemos imortais, é questão de escolha.
É necessário ingerir só sangue humano por um tempo para que possa se perpetuar.
Se fossemos frutos de um vampiro e uma humana comum seria fácil, se não consumíssemos o sangue seriamos humanos com uma vida normal, mas ali estamos nós convivendo com genes de inimigos naturais dentro de nós. Se não virássemos vampiros, seriamos lobisomens.
Meu irmão se encantou com o fato de poder mudar de forma e depois de um pouco de esforço ele se transformou. Foi assustador vê-lo virar um lobisomem e correr atrás de mim. Eu não queria aquilo, mas meu pai insistiu que eu não poderia escolher se não experimentasse a sensação e eu me transformei algumas vezes.
Meu irmão não via vantagem em ser vampiro, já que sendo lobisomem tinha os mesmos sentidos aguçados e não teria de se alimentar de sangue. Ser imortal poderia até ser legal, mas ele não queria deixar de mudar de forma. Então naquele mesmo ano fez sua escolha e praticamente inibiu o vampiro que existia dentro dele.
Aos 14 anos eu me decidi. Iria virar vampira, mas não estava pronta ainda.


avatar
Violet Flower
Escritor(a) em Evolução

Mensagens : 43
Popularidade : 19
Data de inscrição : 16/03/2013
Idade : 40
Localização : São Paulo
Respeito às regras : Nenhuma advertência. Após 04 advertências, o usuário será banido.

Escritor especialista em Drama

Ver perfil do usuário http://www.fanfictionunited.com.br/u2
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gostou? Então compartilhe: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

Dark Side - Capítulo 04 - Vampiro versus Lobisomem [+16] :: Comentários

Nenhum comentário.
 

Dark Side - Capítulo 04 - Vampiro versus Lobisomem [+16]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 

Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: ::::::::: PUBLICAÇÃO DE FANFICS [CATEGORIAS] ::::::::: :: ORIGINAIS-

Site melhor visualizado e operado no Mozilla Firefox ou Google Chrome.
No Internet Explorer você não conseguirá usar muitos recursos especiais.