Digite o nome do autor do mesmo jeito que aparece no perfil. Será mostrado tudo que o autor participa.


Icon Icon Icon Icon




A Devil For Me. - Capítulo Mais um dia de trabalho. [+16] por sakymichaelis Ter 29 Out 2013 - 19:57



Cavaleiros do zodíaco-batalha final - Capítulo Prólogo [+13] por VITOR/OTAKU 305 Sab 26 Out 2013 - 17:51



Mid - Demons - Capítulo Prólogo [+16] por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:48



[Me candidato à Beta Reader] Lara_  por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:32



[Me candidato à Beta Reader] Aline Carvalho  por Aline Carvalho Qui 24 Out 2013 - 17:39



Ver tudo





Nós estamos no ar desde
Sab 16 Mar 2013 - 11:57!


Capítulos postados: 479

Comentários postados: 973

Usuários registrados: 491



O último usuário registrado foi:
sayuri234

Parceiros




Compartilhe | 
 

 A Bruxa Elementar Capítulo 3

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
MensagemAutor
06042013
MensagemA Bruxa Elementar Capítulo 3

3 - Descobertas e Surpresas




Alyssa


Aquele vampiro desgraçado me apagou tão rápido que eu não tive nem a oportunidade de torturá-lo, mas quando eu cruzasse com ele novamente... Ele iria saber perfeitamente com quem está lidando.

Meu cérebro se desconectou de meu corpo, eu sabia que estava com uma ferida na cabeça, por isso apaguei, e meu corpo estava estranhamente dolorido, mas sabia que iria se curar. Pela primeira vez eu agradeço ao Antigo Ritual.

Senti alguém me levantar e me levar para um lugar plano e nada confortável. Logo senti algo ser colocado em minha boca, era molhado e com um gosto estranho, mas bebi, de início devagar, depois com um pouco mais de energia.

Quando a coisa foi tirada de minha boca, eu já me sentia melhor, mais... Forte. Suspirei agradecida a esse alguém que estava me ajudando, mesmo não sabendo quem era ou o que queria.

– Quem é você? - pronunciou uma voz masculina.

Então era um homem que supostamente me salvou, fiquei curiosa para saber quem ele era.

Meus devaneios foram interrompidos por um carro se aproximando da casa. Oh, droga! Silas havia chegado.

Ouvi um leve barulho de pés subindo as escadas e alguém sendo prensado na parede, logo uma breve discussão, mas eu não consegui identificar as palavras, só consegui pegar a invocação de uma magia e uma frase.

– Você não vai se lembrar nem de mim e nem dela, vai voltar para sua casa e esquecer que esse lugar existe. - era a voz de Silas, mas uma coisa eu não entendi... Por que fazer o homem esquecer de nós?

Ouvi passos se afastarem e logo Silas me pegar em seu colo, me levar para dentro de casa - sei disso por que senti o local ficar mais quente - e me colocar no sofá, pois era o lugar mais perto que havia.

Eu sabia que iria demorar um pouco para acordar, então acabei divagando um pouco, estava curiosa por conhecer esta cidade, pelo que vi hoje, ela tinha muitas coisas interessantes... Meu primeiro dia aqui e já cruzei com um vampiro e com um híbrido.

É, eu sei que aquele com um sotaque estranho era um híbrido, cada espécie sobrenatural tinha uma aura diferente, um híbrido tinha uma aura sombreada, mas este tinha algo sombrio em sua volta, provavelmente causado por uma mágoa ou algum ressentimento.

Já o vampiro tinha uma aura um pouco avermelhada, por causa do jeito que são criados.

Senti uma mão pousar em minha bochecha, Silas estava aproveitando que eu estava desacordada... Mas eu já, já iria estragar a felicidade dele, pois comecei a controlar novamente meu corpo e mexi meus braços, logo meu pescoço e minha cabeça e abri os olhos.

– Olá flor da noite, não posso te deixar sozinha um minuto e você já arruma encrenca. - observou ele, olhando o fogo crepitando na lareira.

Sentei, me sentia bem melhor, mas ainda estava com as costas um pouquinho doloridas e minha cabeça latejava levemente.

– Quem foi o homem que você apagou nossa existência de suas lembranças? - perguntei diretamente.

Silas virou sua cabeça abruptamente com os olhos arregalados.

– Como você...?

– Eu conseguia ouvir vocês, mas não conseguia falar ou me mexer. - falei rapidamente. - Responda a pergunta.

Ele passou a mão pelo cabelo.

– Eu... Eu, ah... Eu não queria que... Ah... Ele espalhasse que nós estamos aqui. - falou ele desconfortável.

Franzi a testa confusa.

– Por que? Ele provavelmente nem sabe o que nós somos! - isso estava ficando estranho.

– Você sabe o que fariam se soubessem de sua existência e da existência de sua tia e mãe? - perguntou Silas, mas ele mesmo respondeu. - As usariam como armas, como uma carta em suas mangas para utilizarem contra seu inimigo... E eu não quero isso pra você, entendeu?

Eu o olhei um tanto chocada, mas algo me dizia que ele estava tentando me assustar, então irei fingir que acredito nele só para acalmá-lo.

– Compreendo, então você fez o certo apagando suas lembranças, obrigada. - e sorri levemente.

Ele suspirou aliviado.

– Sabia que iria compreender. - e como se fosse uma brecha, minha barriga roncou alto.

Eu ri.

– Vou pegar algo para você comer. - disse ele levantando do sofá.

Eu queria saber da identidade do meu salvador, então fiz uma pergunta casual.

– Você conhecia o homem que me salvou?

Ele respondeu por cima de seu ombro.

– Era Damon Salvatore. - falou indiferente e foi para cozinha.

Damon Salvatore... Teria que procurá-lo e agradecer de uma forma que não revelasse quem eu era e me fizesse conhecê-lo.

**************************

Olhos... Olhos azuis invadiam meus sonhos todas as noites.

Minha mãe dizia que eles eram meu destino, minha paixão. Eu não tinha essa mesma certeza, poderia ser um mal presságio, um inimigo.

Levantei de minha cama agitada pelo dia de hoje. Ontem à noite, depois que Silas fez algo para eu comer, ele me disse que havia conseguido me colocar como assistente de um professor que estava dando aula provisórias de história na escola de Mystic Falls chamado Shane. Fiquei super feliz, assim eu teria uma bela ocupação, afinal, eu já tinha terminado o ensino médio por ser uma aluna mais do que excelente, excepcional.

Tomei um banho, coloquei meu roupão e fui até meu closet para escolher uma roupa para meu primeiro dia de trabalho - ser independente estava me deixando de alto astral -, acabei escolhendo uma calça jeans escura, uma blusa de mangas compridas bege, minhas botas country caramelo e minha jaqueta de couro preta. Prendi meu cabelo em um rabo de cavalo e me olhei no espelho.

Fiquei mais bonitas do que pretendia. Minha franja estava direitinha pela primeira vez nessa semana, isso queria dizer uma boa coisa.

Desci as escadas e fui até a cozinha para fazer um café para mim, levantei faminta hoje. Fui pegando o suco, um prato e geleia de morango enquanto as torradas ficavam prontas, o que foi bem rápido.

Comi saboreando cada torrada e as enchendo de geleia, não sabia o que estava dando em mim, nunca fui tão sensível ao sabor dos alimentos... Estranho.

Sacudi minha mente e fui lavar meu prato, minha faca e meu copo rapidamente. Logo subi novamente para escovar meus dentes e pegar minha bolsa, meu Ipod e um caderno para anotações.

Desci e, me olhando mais uma vez no espelho da sala, peguei minhas chaves e fui até a garagem pegar meu carro.

Saindo da garagem, selei a casa com uma magia de proteção, assim ninguém a invadiria, nem mesmo um humano.

Dirigi tranquilamente até a escola escutando algumas músicas de meu Ipod, fez-me sentir mais leve e menos nervosa - pois eu estava, e muito.

Chegando na escola, havia vários adolescentes como eu conversando e rindo por ali. Fazia pouco tempo que havia me livrado da escola, então irá ser fácil me readaptar com este movimento, mesmo eu sendo assistente de um professor. Como eu não conhecia nada, Silas me deu um mapa de onde ficava tudo e me explicou como chegar a sala de aula.

Não precisaria dele, preferia mil vezes pedir informação a qualquer um ali do que ficar encarando um mapa da escola e pagar o típico mico.

Respirei fundo, tirei a chave da ignição e saí do carro.

Muitos me olharam sair do carro e começaram a cochichar, provavelmente se tem poucas novidades por aqui.

Coloquei meus óculos escuros e fui até a entrada da escola, com muitos dos alunos me olhando - e alguns garotos apreciando a vista, suponho eu -, entrei e fiquei um tanto confusa pela agitação. Nunca havia me acostumado com isso, e agora eu estava voltando para essa loucura matinal.

Acabei me perdendo na escola e esbarrei num garoto loiro de olhos azuis lindos.

– Eu sinto muito, não estava muito atenta à minha volta. - me desculpei.

Ele deu um sorriso de canto.

– Sem problemas, está procurando algo? - perguntou.

Suspirei agradecendo aos deuses.

– Preciso sim, quero achar a sala onde o Professor Shane dá aula. - falei a ele.

Ele fez um sinal para segui-lo e eu fui.

Era em outro corredor, perto da porta que dava para o ginásio da escola.

– Entregue. - disse o garoto sorrindo.

– Muito obrigada e... Qual seu nome?

– Sou Matt. - e estendeu a mão.

– Alyssa. - falei segurando a sua mão.

– Prazer em conhecê-la, quem sabe a gente não se vê depois. - comentou ele.

Matt era fofo e gentil, e era bom conhecer alguém daqui.

– Quem sabe. - soltei sua mão e entrei na sala, só para me surpreender com uma cena.

Um homem não muito alto, cabelos negros, pele bronzeada estava discutindo com uma mulher alta, de cabelos castanhos e uma atitude do cão.

– Eu preciso daqueles híbridos entendeu? Para que, você não deve saber. - falou ele, provavelmente sendo Shane, mas havia algo ali que me fazia pensar em Silas...

– Como eu irei reuni-los todos de uma vez? É complicado sabia? - falou ela irritada.

Eu pigarreei para chamar a atenção deles.

– Ah, eu fui avisada de que eu seria a assistente do senhor, Professor Shane, incomodo? - falei, sendo delicada e discreta.

A garota olhou novamente para Shane e disse:

– Nos falamos depois. - passou por mim e saiu da sala.

Antes que ela saísse, eu consegui ver sua aura marrom...

Olha só, uma lobisomem!

– Atrapalhei algo? - perguntei me fazendo de culpada, pois foi bom saber que havia mais de um híbrido por aqui.

Ele sacudiu a cabeça.

– Não, pelo contrário, chegou na hora certa... Alyssa, não é?

Assenti.

– Logo os alunos irão entrar, então eu irei lhe mostrar como dou minhas aulas, ok?

Assenti novamente.

Nesse momento o sinal tocou e os alunos começaram a entrar, incluindo um vampiro e uma... Não podia ser... Era... Uma duplicata!

E não uma duplicata qualquer, era uma duplicata Petrova e já transformada em vampira.

Fiquei curiosa, mas mantive-me encostada na mesa do Professor.

– Bom dia pessoal, antes de tudo irei apresentar minha nova assistente, a senhorita Alyssa Petrovhisky. - todos olharam para mim, que sorri. - E para a aula de hoje farei uma única pergunta: o que seriam se fossem parte do sobrenatural? Bruxos? Vampiros? Lobisomens?

A duplicata ergueu a mão.

– Sim senhorita Gilbert?

– Eu seria uma vamp. - disse ela direta.

Havia algo errado com ela...

– Por que? - perguntei abruptamente.

Ela olhou para mim e deu de ombros.

– Acho mais... Perigoso. - ela falou simplesmente. - E você Alyssa, o que seria? - perguntou-me.

Ela estava me desafiando? Mas por que...?

– Eu seria uma Bruxa Elementar, e sei que não sabe nada sobre isso. - respondi, sendo o mais direta possível também.

Ela franziu a testa surpresa e curiosa.

– Como assim Elementar?

Suspirei e expliquei.

– Toda bruxa é influenciada pelos elementos quando ela invoca uma magia, mas no caso das bruxas elementares, elas podem manipular um dos elementos específicos.

– Interessante... - ela comentou baixinho.

Shane me olhou estranhamente, mas continuou a dar sua aula.

Teve alguns comentários engraçados sobre isso, mas o que mais me incomodou foi a duplicata não tirar os olhos de mim.

Isso não iria dar boa coisa, era mais do que certo.


Notas Finais

E então? O que acham que Elena tentará fazer a Alyssa?
Comentem :))
avatar
djessica.millage


Mensagens : 9
Popularidade : 0
Data de inscrição : 05/04/2013
Idade : 21
Localização : Gravataí, RS
Respeito às regras : Nenhuma advertência. Após 04 advertências, o usuário será banido.


Ver perfil do usuário
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gostou? Então compartilhe: diggdeliciousredditstumbleuponslashdotyahoogooglelive

A Bruxa Elementar Capítulo 3 :: Comentários

Nenhum comentário.
 

A Bruxa Elementar Capítulo 3

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 

Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: ::::::::: PUBLICAÇÃO DE FANFICS [CATEGORIAS] ::::::::: :: SERIADOS / NOVELAS-

Site melhor visualizado e operado no Mozilla Firefox ou Google Chrome.
No Internet Explorer você não conseguirá usar muitos recursos especiais.