Digite o nome do autor do mesmo jeito que aparece no perfil. Será mostrado tudo que o autor participa.


Icon Icon Icon Icon




A Devil For Me. - Capítulo Mais um dia de trabalho. [+16] por sakymichaelis Ter 29 Out 2013 - 19:57



Cavaleiros do zodíaco-batalha final - Capítulo Prólogo [+13] por VITOR/OTAKU 305 Sab 26 Out 2013 - 17:51



Mid - Demons - Capítulo Prólogo [+16] por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:48



[Me candidato à Beta Reader] Lara_  por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:32



[Me candidato à Beta Reader] Aline Carvalho  por Aline Carvalho Qui 24 Out 2013 - 17:39



Ver tudo





Nós estamos no ar desde
Sab 16 Mar 2013 - 11:57!


Capítulos postados: 479

Comentários postados: 973

Usuários registrados: 491



O último usuário registrado foi:
sayuri234

Parceiros




Compartilhe | 
 

  Deireadh - Capítulo 5: "A Ciência está em todo o lugar" [Livre]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
MensagemAutor
09052013
Mensagem Deireadh - Capítulo 5: "A Ciência está em todo o lugar" [Livre]

[img][/img]

Gêneros:


Clique aqui para ver as Informações Iniciais:
 


Havia se passado uma semana. Ninguém apareceu na casa dos Hewson à procura de Don. Era de manhã, logo cedo e já havia movimento na casa dos Hewson.
Anika – Prontinho! Você está lindo com esse uniforme.
Don se olha no espelho. Ele estava usando o uniforme da escola. A camisa era de manga curta, branca. A calça era azul escuro e ele estava usando sapatos novos da cor preta, que Anika havia comprado.
Anika – O que achou? Está bonito?
Don sorri para ela, confirmando que tinha gostado.
Anika – Que bom que gostou. Vamos para a escola agora.
Assim que eles saem do quarto, Anika percebe que a escada que levava ao sótão estava no corredor junto com algumas caixas espalhadas pelo mesmo.
Anika – O que está acontecendo? – Vai até a escada. – Sean? É você?
Sean responde. – Sim, sou eu.
Anika – O que está fazendo aí em cima?
Sean – Vim procurar umas coisas aqui e percebi que tem uma goteira aqui. Algumas coisas molharam e eu estou arrumando isso tudo.
Anika – O que essas caixas fazem no corredor?
Sean – Elas molharam iguais a algumas aqui em cima... Pode me ajudar aqui? Preciso de uma ajuda.
Anika – Espere aqui Don. – Sobe as escadas e vai até o sótão.
Don olha para as caixas e, curioso, se senta no chão e abre uma delas. Dentro da mesma, ele acha álbuns da família. Ele pega o que estava em cima e o abre. Fotos mostravam a Bella ainda bebê nos braços de Sean. Don continua folheando o álbum e vê as fotos em família deles. Eram fotos felizes. Don as olhava com certo aperto no peito, afinal ele não teve infância e muito menos pais. Apesar de não falar, ele tem sentimentos e já entende muitas coisas. Logo, sua expressão sorridente se fecha para uma triste.
Anika desce a escada e olha para Don vendo as fotos. Ela anda até ele. – Vejo que achou as nossas fotos em família, Don.
Don segurava uma foto com Sean, Bella e Anika e seu olhar continuava triste.
Anika – Don... – Se senta ao lado dele. – Você não tem pais, não é?
Don apenas encara a foto com o mesmo olhar.
Anika sorri. – Então eu serei sua mãe. Você não teve mãe, então eu serei a sua. Tá bom?
Don olha para ela.
Anika – Você está há uma semana aqui e ninguém veio te procurar... Então acho que você pode ficar aqui. – O abraça. – Meu filho.
Don abre um sorriso no rosto meio bobo e abraça Anika.
Sean desce as escadas. – Que história é essa, Anika?
Anika se levanta junto com Don. – Ele é nosso filho mais novo, Sean.
Sean – Você quer que eu simplesmente aceite esse moleque que apareceu aqui sem mais nem menos?
Anika – Também não é assim! Ele não tem pais, ninguém veio o procurar, então vamos ficar com ele.
Sean – Tudo bem, você quer ficar com ele, tudo bem, mas eu não vou dar uma de pai para ele. – Sobe as escadas, de volta para o sótão.
Anika – Sean! – Dá um suspiro. – Don, por favor, vá com a Bella ao colégio. Eu vou conversar com Sean.
Don desvia o olhar, voltando a ficar triste.
Bella se aproxima deles. – Mamãe o papai tá com raiva do Don?
Anika – Claro que não, querida. Ele apenas está estressado por causa do trabalho. Vou conversar com ele enquanto você e Don vão ao colégio.
Bella – Tudo bem. – Segura a mão de Don e o puxa. – Vamos.
Assim que Bella e Don saem de casa...
Sean entra no quarto e fecha a porta com força.
Anika entra logo em seguida. – Sean, para de bancar o idiota!
Sean – Idiota? Eu? Ah claro. Fico pegando as pessoas que nem conheço na rua.
Anika – É sim! Isso que você está fazendo é idiotice!
Sean – Idiotice é pegar um rato de laboratório na rua e tentar convencer o marido de que ele é o filho biológico!
Anika – Espera... Laboratório?
Sean – Descobri que ele é do laboratório, Anika. “Laboratórios Weckmech”... Reconheceu?
Anika – Não entendi.
Sean – Ele é uma experiência dos gêmeos Weckmech! Quando eu era espião, lembro que o governo pretendia criar um exército para nos proteger nas guerras que tivemos... Então um dos irmãos pegava os soldados e espiões mais fracos e os levavam ao laboratório... Eles faziam experiências em seres humanos e a maioria dos que entravam, não saiam de lá. Um dia, os dois sofreram um acidente de carro e um deles sumiu. Até hoje, nunca foi encontrado. Acho que o gêmeo que sobrou deve ter continuado as experiências e fez Don.
Anika – Devem ter sido tempos horríveis...
Sean – Então, é por isso que não devemos nos apegar a Don. Ele não é nosso.
Anika – Sean! Eu--
Sean segura a mão dela e a joga na cama, rapidamente fica por cima dela e a beija na boca.
Anika se assusta, mas logo retribui o beijo.
Sean acaricia o rosto dela, parando o beijo e a olhando nos olhos. – Você está muito estressada, minha Ani... Hora de tirar esse stress. – Retira a camisa dela e começa a beijar o corpo dela.
Anika fecha os olhos e fica toda arrepiada, dando um baixo gemido.
Em pouco tempo, Don já estava na escola, junto com a Bella.
Bella – Então... Você já está lá em casa há uma semana. Sabe falar?
Don afirma com a cabeça.
Bella – Mesmo? Acho que aquele programa no computador te ajudou e muito... Então tente falar alguma coisa. – Pegando o celular e começando a gravar.
Don olha ao redor e pensa no que ele iria falar. Abrindo a boca pela primeira vez, ainda meio desajeitado com as palavras, ele fala: A ciência está em todo o lugar. 
Bella se assusta e dá um grito histérico. – Você fala mesmo! Eu nem acredito! Foram suas primeiras palavras!... A sua voz é linda, Don! (É tão sexy...).
Don logo arrisca outra frase, ainda meio desajeitado, falando como um robô. – Obrigado... Bella.
Bella – Sabe pedir ao professor para ir ao banheiro?
Don – “Posso ir ao banheiro?”.
Bella – E para beber água?
Don – “Posso beber água?”.
Bella – Muito bom. Agora você sabe se comunicar com as pessoas. Então--
Don levanta um braço, acenando. – Saya!
Bella – Onde?! Aqui?! – Olha rapidamente para trás.
Saya anda até eles, vestindo o uniforme da escola. Ela estava de cabelos negros e com lentes verdes. – Oi Bella. Oi Don.
Bella – Saya?!
Saya sorri alegremente. – Sou eu mesma.
Bella – Por que está assim?
Saya – Para me disfarçar. Já fui sequestrada, então meu pai mandou eu me disfarçar.
Bella – Mas vocês são ricos! Por que não contratam um segurança?
Saya – Eu disse para meu pai que prometo cumprir meus horários e não fugir de casa, se ele não contratar um segurança para me seguir. Ele topou e então estou aqui.
Bella – Que ótimo saber disso. Ah! Mamãe mandou eu te entregar isso. – Entrega um livro de receita para a Saya. – Ela disse que você está progredindo bem nas aulas. – Sorri.
Saya – Ah obrigada. – Guarda o livro na mochila. – Vejo que o Don está falando agora, não?
Bella – Sim. Só agora ele abriu a boca. – Ri brevemente.
Saya – A voz dele é muito bonita.
Don olha para um casal de namorados passando. O garoto abraça por trás a sua namorada e ele recebe um beijo dela na boca. Don então faz o mesmo com a Saya, abraça-a por trás.
Saya fica totalmente corada, deixando o livro de receitas cair no chão.
Bella – Don! O que está fazendo?!
Don – Abraçando.
Saya – Não s... se pre...preocupe, Bel. – Sem jeito, totalmente corada.
Don se afasta da Saya. – Saya não gosta de abraço?
Saya – G... Gosto sim, Don.
Bella – Desculpa o Don. Ele ainda precisa aprender algumas coisas.
Saya – Está tudo bem, Bell. – Voltando a sua cor normal, porém ainda um pouco envergonhada. Pega o livro de receitas do chão.
Uma garota grita ao longe. – Bella!
Bella – Pessoal!
Quatro amigos da Bella aparecem.
Bella – Pessoal, eu fiz uma nova amiga. Essa é a Saya. – Apontando para a Saya.
Uma garota muito bonita, com a pele morena, cabelos longos, encaracolados e negros, seus olhos roxos e um corpo esbelto, vestindo o uniforme da escola se apresenta. – Meu nome é Tatiana. Prazer em conhecê-la Saya.
Saya – O prazer é meu.
Outra garota se apresenta. Ela tinha cabelos lisos e castanhos, passando um pouco do pescoço, seus olhos eram da cor amarela, ela tinha um corpo perfeito e pele branca, usando o uniforme do colégio. Uma garota muito linda, também. – Meu nome é Avril. Tudo bem com você?
Saya – Olá Avril! Tudo sim e com você?
Dois meninos se apresentam. Seus nomes eram Will e Klaus. Will tinha cabelo castanho claro, olhos azuis e não tinha um corpo muito musculoso. Ele tinha a pele branca e era um rapaz muito bonito. Klaus, por sua vez, tinha cabelo preto e pele parda. Seu corpo também não era muito musculoso e uma coisa chamava a atenção de cada um: seus olhos. Klaus tinha três cores nos seus olhos: azul, verde e castanho.
Will – Meu nome é Will e esse é o meu amigo Klaus.
Klaus – E aí, Saya?
Saya – É muito bom conhecer vocês. – Sorri.
Bella – Agora que todos já se conhecem, vamos para a sala de aula?
Klaus – Vamos bagunçar na sala de aula!
Will – Trouxe as tachinhas?
Tatiana – Tachinhas? Para quê?
Will – Colocar na cadeira do professor.
Tatiana – Nem pensar! Não vão fazer isso de jeito nenhum! E mais: isso é tão clichê!
Klaus – Não mesmo. Nem se quer eu trouxe as tachinhas.
Will – Vacilou, hein, mano.
Bella fala baixinho ao pé do ouvido da Saya. – Você se acostuma com eles em breve.
Saya – Mesmo?
Avril e Tatiana olham para Don e começam a o admirar. Ele era um rapaz muito bonito e chamava a atenção. As duas ficam olhando durante alguns segundos para ele até que uma delas pergunta:
Tatiana – Bella, quem é ele?
Bella – Ah! Longa história. Depois explico para você.
Will e Klaus se aproximam de Don. – Ah! Finalmente mais um para o clube! – Diz Klaus.
Avril olha para a Saya e sorri. – E mais uma para o nosso.
Bella – Vamos parar com esse negócio de clubes? Meu deus, vocês estão sempre competindo? Somos todos amigos e pronto! Nada de clubes!
A campa bate e os alunos começam a entrar na escola.
Klaus – Vamos logo para a sala de aula! Depois vamos discutir isso.
Will – Eu vou pegar o melhor lugar! – Sai correndo.
Klaus – Ah! Maldito! – Corre atrás dele.
Avril vira os olhos. – Idiotas...
Saya – É sempre essa animação? – Olhando para Bella.
Bella – Nem sempre. Acabamos de voltar das férias, por isso todos estão assim.
Saya – Ah entendo.
Tatiana – Você é aluna nova, Saya?
Saya – Sim.
Tatiana sorri de forma simpática. – Bom, seja muito bem-vinda! 
Saya – Muito obrigada.
Avril – Já digo que nossa escola é legal, em idiotas como o Will e o Klaus, mas é legal. E os professores... Esses sim ensinam bem demais! Porém depois vamos te apresentar melhor o colégio.
Saya – Fico muito agradecida. – Sorrindo de forma tímida.
Avril – Bom, vamos estudar!
Bella para. – Espere um momento... – Olha desesperadamente para os lados, com uma cara assustada. – Cadê... O... Don?!
Tatiana – O rapaz loiro dos olhos azuis?
Saya se assusta logo em seguida. – Sim!
Tatiana – Me distraí e não o vi...
Bella começa a ficar desesperada. – Mamãe vai me matar e vai dançar no meu túmulo enquanto eu queimo no inferno!
Avril – Calma Bella!
Don aparece, indo em direção a Bella e Saya. – Oi.
Bella – Don! – Vai até ele e o abraça forte. Em seguida ela o solta e fala em um tom de voz furioso. – Onde estava?!
Don – Comprei. – Mostra um pacote com cookies de chocolate com gotas de chocolate branco.
Bella – Você gostou mesmo dos cookies? E onde aprendeu a usar o dinheiro?
Don – Internet. – Diz ele, mordendo um dos cookies.
Bella – É... Realmente. Mas você não pode comer em sala de aula, então vai ter que esperar a hora do lanche.
Don – Mesmo?
Bella – Sim. – Pega o pacote de cookies. – Eu fico com isso até o recreio.
Don – Tá. – Dando um sorriso.
Saya – Don, Bella, vamos para a sala de aula agora?
Bella – Sim, vamos. – Sai andando na frente deles.
Saya – Vem, Don. – Segura a mão dele.
Don olha para a mão dos dois, juntas, e fica levemente corado.
Eles entram na sala de aula e depois de algumas horas, eles saem. Agora era hora de ir para casa.
Bella – Eu nem apresentei a vocês direito, mas esse é o Don. Ele é meu irmão mais novo adotado recentemente.
Klaus – Prazer em conhecê-lo, Don!
Avril – Espero que goste da escola.
Don – Eu gostei.
Tatiana – Ele tem uma cara de ser nerd.
Bella – Bom, ele é de fato.
Will – Um nerd entre nós poderia ensinar algumas coisas a Bella. Ela é muito burra.
Bella – Burra?! Quem foi que te ajudou naquela prova em dupla de química?
Will – A Avril.
Bella – Fui eu, seu idiota!
Will – Eu tenho “aménsia”.
Bella – É “amnésia”, seu idiota.
Will – Foi o que eu disse.
Avril dá um tapa de leve na cabeça do Will. – Vamos parar de discutir, seu idiota.
Will leva as mãos a cabeça. – Essa doeu! 
Saya e os outros começam a rir deles.
Bella – Eu tenho que ir para casa com o Don agora. Amanhã nos vemos!
Tatiana – Tudo bem, Bella. Até mais.
Avril – Beijinhos!
Bella – Saya, você vem conosco?
Saya – Sim.
Bella – Então vamos. – Segura a mão do Don.
Will – Tchau Bella!
Klaus – Ah não se esquece de trazer o material para o trabalho em grupo de amanhã, tudo bem?
Bella – Não vou esquecer.
Depois que eles chegam a casa, Saya tem uma última lição de culinária com Anika e em seguida vai fazer as tarefas de casa com a Bella.
Saya – Bel, onde está o Don?
Bella – Ele está almoçando. 
Saya – Entendo. 
Bella – Você está gostando dele?
Saya fica corada no mesmo momento. – O quê?! Não!
Bella – Está sim!
Saya – Não, ele é apenas um amigo para mim... Mas que seu irmão é bonito, ele é e muito...
Bella – Muita crueldade comigo eu ter um irmão tão lindo assim... Sei que não é de sangue, mas ainda sim seria incesto.
Saya ri brevemente. – É, realmente, o mundo não é justo.
Bella – Saya, ele também gosta muito de você e eu percebo isso.
Saya – Você acha?
Bella – Eu tenho certeza. Do jeito que ele olha de forma boba para você e do jeito que você olha para ele desde quando nos conhecemos, diria que estão muito a fim um do outro.
Saya – Acha que devemos ficar... Nem que seja um pouco?
Bella – Eu acho que vocês formam um casal muito fofo.
Saya fica levemente corada.
Mais tarde, quando as duas haviam terminado o dever de casa, Saya vai até o Don. Ele estava no quarto dele.
Saya bate na porta e entra em seguida. – Don?
Don estava sentado numa cadeira, em uma escrivaninha, fazendo o dever de casa, totalmente concentrado.
Saya se aproxima dele. – Don?
Don olha para ela.
Saya – O que está fazendo?
Don – Tarefas.
Saya – Queria te fazer uma pergunta...
Don – Pode falar.
Saya – Eu... Queria saber se... Você gosta muito de... Mim?
Don fica levemente corado e abre um sorriso no rosto. – Sim.
Saya totalmente corada e sem jeito, ela fica de costas para ele, respira fundo e fala. – Escuta... Você quer... Namorar comigo?

Don – Namorar?
Saya – Sim... Ficar junto... Entende? – Ainda corada.
Don se levanta e vai até ela. – Sim, eu quero ficar junto com você... – A abraça.
Saya fica assustada, mas o abraça forte logo em seguida, ainda completamente corada.
avatar
Skye WolfPie


Mensagens : 7
Popularidade : 0
Data de inscrição : 30/03/2013
Localização : Dublin, IRE
Respeito às regras : Nenhuma advertência. Após 04 advertências, o usuário será banido.


Ver perfil do usuário http://its-the-my-deireadh-an-domhain.tumblr.com/
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gostou? Então compartilhe: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

Deireadh - Capítulo 5: "A Ciência está em todo o lugar" [Livre] :: Comentários

Nenhum comentário.
 

Deireadh - Capítulo 5: "A Ciência está em todo o lugar" [Livre]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 

Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: ::::::::: PUBLICAÇÃO DE FANFICS [CATEGORIAS] ::::::::: :: ORIGINAIS-

Site melhor visualizado e operado no Mozilla Firefox ou Google Chrome.
No Internet Explorer você não conseguirá usar muitos recursos especiais.