Digite o nome do autor do mesmo jeito que aparece no perfil. Será mostrado tudo que o autor participa.


Icon Icon Icon Icon




A Devil For Me. - Capítulo Mais um dia de trabalho. [+16] por sakymichaelis Ter 29 Out 2013 - 19:57



Cavaleiros do zodíaco-batalha final - Capítulo Prólogo [+13] por VITOR/OTAKU 305 Sab 26 Out 2013 - 17:51



Mid - Demons - Capítulo Prólogo [+16] por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:48



[Me candidato à Beta Reader] Lara_  por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:32



[Me candidato à Beta Reader] Aline Carvalho  por Aline Carvalho Qui 24 Out 2013 - 17:39



Ver tudo





Nós estamos no ar desde
Sab 16 Mar 2013 - 11:57!


Capítulos postados: 479

Comentários postados: 973

Usuários registrados: 491



O último usuário registrado foi:
sayuri234

Parceiros




Compartilhe | 
 

  Amor, Um Sentimento Confuso - Capítulo 6 []

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
MensagemAutor
15052013
Mensagem Amor, Um Sentimento Confuso - Capítulo 6 []

Categorias do Crossover:


[img][/img]

Gêneros:


Clique aqui para ver as Informações Iniciais:
 


–Disciplina, vocês sabem o que é isso?- abri a boca para falar, mas ele fez sinal para ficar quieta- Pelo visto não sabem. Você senhorita Swan, tem se mostrado muito indisciplinada, e você senhor Edward, não sabe que em sala de aula não se discute relacionamentos?




Edward tentou falar, mas foi impedido como eu.




–Dois alunos como vocês, com um ótimo potencial, me dando problemas?-ele balançou a cabeça e, desaprovação, sempre andando de um lado para o outro- Mas isso não vai ficar assim, vou fazer com vocês que nem se faz com criança, que nem fazem com o primário, só espero que não se matem.




–Como assim?-perguntei preocupada.




–Vocês ficaram as próximas duas aulas olhando um para o outro...




Parou de andar e olhou para nós esperando alguma reação.




–Você não pode fazer isso- dessa vez foi Edward a protestar.




–Ah, está duvidando? Mais uma aula acrescentada. As últimas três aulas vocês ficaram aqui.




–Mas eu tenho treino e aula de cálculo!




–Problema seu Sr. Cullen- ele foi em direção a porta- não se matem!




Eu. Não. Acredito.




–Como ele pode fazer isso?- perguntei depois que ele saiu.




–Cara, olha isso, eu de detenção.




Centro e trinta e cinco minutos com Edward Cullen, isso é um sonho, daqueles que não gosto...




Só de raiva fui até a mesa do professor e sentei em cima dela, com os pés na cadeira dele.




Edward foi até o fundo da sala e sentou-se também, com os braços cruzados.




Passaram-se alguns minutos e ninguém falou nada. Edward vestia uma camiseta branca e uma calça de moletom preta, seu cabelo estava mais bagunçado que o normal.




Eu não entendia o porque de ele se rebaixar tanto para a desgraçada da Denali, ele era bonito e popular, merecia uma pessoa melhor.




–Por que você ainda está com ela?




–Isso não é da sua conta!




Tudo bem, eu tentei...




–Porque ela é bonita , inteligente e rica, ela é adequada pra mim...




–Adequada?! Você é maluco, não deve procurar alguém adequado a você, mas sim alguém que se adeque, que te faça se sentir bem e que goste de você...




–Essa coisa de amor não existe Isabella!




–Como você pode falar isso? Claro que existe, só você não sentiu isso ainda.




–Eu nunca senti então, pelo menos não por pessoas de fora da minha família, você já sentiu?




Eu só amava meus pais, mas não foi por isso que deixei de acreditar no amor.




–Não, só senti amor por minha família.




–Viu, nem você sentiu, como é que pode existir algo que nenhum de nós sentimos?




–Talvez não tenhamos encontrado as pessoas certas, mas você não devia se humilhar, ficar com ela só porque ela é ¨adequada¨ a você.




Ele pareceu pensar um pouco, então fez um biquinho e se levantou.




–E você?




–Eu o que?-arqueei a sobrancelha ao ver ele sentar do meu lado.




Nós dois estávamos sentados na mesa do professor, se ele visse isso, seria mais um período de detenção.




–Você não encontrou alguém que goste de você?




–Não- respirei fundo- não alguém que valesse a pena, geralmente os que valiam eram amigos, e eu não acho legal esse lance de ficar com amigos.




Edward ficou quieto por um tempo, depois falou:




–Esse professor é um idiota mesmo, o técnico vai ficar uma fera comigo.




–Pois é, e ainda nos obriga-fiz aspas no ar- a ir para uma caverna em outro estado.




Puxei minhas pernas para cima da mesa e abracei os joelhos.




–Mas eu acho que vai ser legal até, apesar de termos que viajar para longe e ir a uma caverna, vamos poder ficar em um hotel maneiro, ir na piscina, balada...Não vai ser tão ruim!




–Espero!




–Por que você não me conta o porque dos caras quererem te sequestrar?




–Meu pai é advogado, e ele ajudou a colocar um dos maiores chefes da máfia da capital na prisão, o cara tem seus esquemas e seus capangas, agora eles querem vingança.




–Então foi por isso que vocês se mudaram para Forks?




Olhei em seus olhos, até que não era difícil ter uma conversa civilizada com Edward.




–Foi sim. Teve uma vez que eles quase mataram eu e meu pai, eles encheram nossa casa de gasolina, quando chegamos tinha um cheiro forte, mas meu pai conseguiu pegá-los antes deles nos incendiarem, eles fugiram, que nem na noite da balada, foi por pouco que não morremos.




Só nesse instante notei que nunca tinha contado isso para ninguém, Edward era o primeiro.




–Mas se els querem se vingar de seu pai, por que eles querem sequestrar você?




–Porque quando alguém faz algo que prejudique o R7, toda sua família paga. E meu pai fez de tudo para conseguir prender o chefe da máfia, mas agora estamos arcando com as consequências.




–Nossa. Mas como eles acharam vocês aqui em Forks?




–Boa pergunta, como?




–Você tinha muitos amigos em Washington?




–Tinha um amigo e uma amiga que eram mais próximos.




–Eu já estive em Washington- falou sorrindo e se jogando para trás, se apoiando nos braços contra a mesa.




–Esteve?




–Sim, fui em um desfile Moda Washington Five, no ano passado.




–Você esteve no MWF?




–Sim, você chegou a ouvir falar?




–Claro, eu desenhei uma coleção.




–Você o que?- perguntou confuso.




Sim eu tinha participado desse desfile, como estilista de uma nova geração.




–Eu participei do desfile, não sei como não te vi lá!




–Eu não acredito...




–O que você foi fazer no MWF?




–Esme, minha mãe, organiza eventos, ela ajudou na organização do desfile, eu fui junto com ela, Carlisle não pode ir.




–Esme? Esse nome não me é estranho...




Se eu não me enganava eu já tinha conversado com a mãe do Edward...




–Mas como você pode criar uma coleção?




–Eu fiz um curso técnico de moda, minha professora era uma estilista conhecida, e uma amiga dela, que participaria do MWF viu alguns desenhos meus e falou que eu devia desenhar os looks para o desfile, foi complicado por eu ser menor e não ter faculdade ainda, mas ela conseguiu convencer os jurados a me deixarem tentar, dai criei minha primeira coleção.




–Ual, e eu que pensei que você era uma zero a esquerda...




–Como é que é?




Levantei em um salto e o encarei surpresa.




–Você se acha muito bom né? Mas não passa de um esnobe, exibido e idiota.




–Que é idiota?- ele se levantou pegando em meus pulsos, ficando com o rosto a centímetros do meu.




Seus olhos verdes prendiam os meus, sua boca rosada, me deixava tonta, eu queria sentir a macies de seus lábios, seu hálito era tentador, eu estava me sentindo estranha.




Ele se inclinou na minha direção, seus lábios quase tocando os meus, de repente o sinal tocou, nos fazendo pular de susto.




Após desviar meus olhos dos seus foi mais fácil andar até o fundo da sala, sentia minhas bochechas quentes.




Logo a porta se abriu, e só aí vi que Edward ainda estava no mesmo lugar de antes.




–Nossa, e eu que pensei que não encontraria a sala inteira!- exclamou surpreso o professor Alaric.




–Já podemos sair?-perguntei indo em direção a ele.




–Sim, mas da próxima vez vocês vão ficar o resto das aulas presos em uma sala juntos!




Ele olhou de Edward para mim.




–Não haverá próxima vez!-falou Edward saindo de seu transe.



avatar
Lah Salvatore
Escritor(a) Criativo(a)

Mensagens : 217
Popularidade : 1
Data de inscrição : 20/03/2013
Idade : 19
Localização : Brusque - SC
Respeito às regras : Nenhuma advertência. Após 04 advertências, o usuário será banido.

Escritor especialista em Romance

Ver perfil do usuário http://amorantesdetudo.blogspot.com.br/
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gostou? Então compartilhe: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

Amor, Um Sentimento Confuso - Capítulo 6 [] :: Comentários

Ah.... Lah... ficamos no quase. Já havia até esticado os beiços aqui rs
 

Amor, Um Sentimento Confuso - Capítulo 6 []

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 

Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: ::::::::: PUBLICAÇÃO DE FANFICS [CATEGORIAS] ::::::::: :: CROSSOVER-

Site melhor visualizado e operado no Mozilla Firefox ou Google Chrome.
No Internet Explorer você não conseguirá usar muitos recursos especiais.