Digite o nome do autor do mesmo jeito que aparece no perfil. Será mostrado tudo que o autor participa.


Icon Icon Icon Icon




A Devil For Me. - Capítulo Mais um dia de trabalho. [+16] por sakymichaelis Ter 29 Out 2013 - 19:57



Cavaleiros do zodíaco-batalha final - Capítulo Prólogo [+13] por VITOR/OTAKU 305 Sab 26 Out 2013 - 17:51



Mid - Demons - Capítulo Prólogo [+16] por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:48



[Me candidato à Beta Reader] Lara_  por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:32



[Me candidato à Beta Reader] Aline Carvalho  por Aline Carvalho Qui 24 Out 2013 - 17:39



Ver tudo





Nós estamos no ar desde
Sab 16 Mar 2013 - 11:57!


Capítulos postados: 479

Comentários postados: 973

Usuários registrados: 491



O último usuário registrado foi:
sayuri234

Parceiros




Compartilhe | 
 

  Help-me by Love - Capítulo 2 [+16]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
MensagemAutor
20052013
Mensagem Help-me by Love - Capítulo 2 [+16]

[center][img][/img] Gêneros: Drama, Romance, [spoiler=Clique aqui para ver as Informações Iniciais]Sinopse:
__________________________________ [b


No sábado a tarde, eu estava lendo quando Julie me ligou:
-Oi – falei ao atender o celular.
-Matt, tudo certo para hoje? – perguntou entusiasmada.
-Claro, onde vamos? – olhei para o relógio e marcava quatro da tarde.
-Na Relex Dance, posso te dar uma carona, você quer? – Seria bem melhor pra mim, pois eu não tinha um carro nem moto, e não conseguiria tão rápido.
-Maravilha, passa aqui as nove para irmos? – perguntei sorrindo.
-Claro, er... Você não quer ir em uma pizzaria conosco? Vai eu e mais duas amigas, você pode levar Josh e Neky junto.
-Beleza, vou convidar eles então.
-Então posso passar ai as sete? – perguntou ela em expectativa.
-Sim, as sete te espero aqui...
-Ok Matt, até mais.
-Até Julie.
Quando liguei para Josh esse já tinha compromisso, sairia com a nova namorada e Neky topou na hora, mas não poderia comparecer a pizzaria, só na balada.
As sete horas eu estava pronto a espera de Julie.
Eu vestia uma camisa preta, uma calça jeans e um tênis novo, meus cabelos estavam desarrumados, com uma cera capilar que eu comprara mais cedo na farmácia ali perto. Logo que coloquei meus desodorante e meu perfume a campainha tocou e desci ao encontro de Julie.
Julie vestia um minúsculo vestido preto, que a deixou bem sensual.
-Nossa, está poderoso hein – falou ela me olhando dos pés a cabeça.
-Quem falando né – rimos enquanto eu passei um braço por sua cintura, caminhando até sua Haylux.
Depois de sairmos do bairro onde moro, entramos em uma rua a esquerda, depois do supermercado, entramos em uma rua bem movimentada, parando em frente ao Museu Nacional do U.S.
Chegando a pizzaria chamada Fontana, Vickie, uma mulher de cabelos castanhos e olhos verdes sorridente nos esperava em uma mesa a esquerda da entrada do restaurante.
-Nossa Julie- falou ela olhando pra mim – Ele realmente é um gato!
Deu uma boa gargalhada e sorri, gostei dela.
-Vocês que são estonteantes – falei sentando e sorrindo.
-Isso porque você não viu Gabrielly.
-Gabrielly? – perguntei intrigado pegando o cardápio de cima da mesa.
-Nossa amiga! – Me informou Julie.
-E falando nela, essa ligou avisando que não poderá vir, tem um jantar na casa dela e seus pais fazem questão e sua presença – Falou Vickie fazendo um muxoxo.
-Os pais dela nem pra avisarem antes né, estava tudo certo pra ela vir...
-Você sabe como são os pais dela, e sabe o que aconteceria se ela se recusasse a participar do tal jantar...
Julie apenas assentiu tristonha.
Depois de uma pizza animada fomos até a balada Relex Dance, qual ficava a dois quarteirões do L`Enfant Plaza. Uma das baladas mais agitadas da cidade, e uma das melhores.
Logo ao entrar pude ver de longe Neky e ficamos um bom tempo conversando, as meninas também ficaram conosco.
-Acabei de ver a Gaby lá – Comentou Vickie com Julie um pouco mais alto que seu tom de oz, para que pudéssemos todos ouvir.
-Matt, vamos achar a Gabrielly, já voltamos – avisou Julie saindo entre a multidão acompanhada por Vickie.
Ao olhar para Neky pude ver seu olhar em Julie, ele a olhava o tempo todo enquanto elas estavam ali, e agora que ela saiu ele a olhou até ela se perder na multidão de gente dançando.
O ambiente da balada era climatizado e a fumaça que saia de um gerador por ali era de um perfume adocicado e até um pouco enjoativo.
-Cara, essa Julie é muito gostosa! – Exclamou ele.
-Não brinca com ela Neky, ela é minha amiga e não é pra brincadeira.
Ele me olhou confuso, mas depois sorriu.
Algumas garotas estavam só olhando em nossa direção, elas pareciam vulgares, com suas saias minúsculas e apertadas e blusas acima do umbigo, as olhei repugnado, elas até poderiam ser gostosas, mas a vulgaridade apagavam isso. Logo as meninas voltaram, mas não vinham só as duas, uma menina loira vinha logo atrás.
A garota tinha cabelos loiros bem claro, olhos de um azul violeta, e um olhar indiferente. Vestia uma saia curta preta e uma lusa rosa, ela olhava por trás das pessoas a procura de alguém.
-Matt, essa é Gabrielly – me falou Julie – Gabrielly, esse é Matt – Mas a garota dos cabelos loiros nem se deu por conta que estavam falando com ela, só depois de algum tempo que ela olhou para Julie que a repreendia e se deu por conta das apresentações.
-É... Oi, Matt? – perguntou ainda com a indiferença na voz, sem nunca olhar em meus olhos.
-Matheus – falei quase que em um sussurro, aquela garota era muito estranha e me fez me sentir estranho, geralmente eu me sentia sufocado por chamar atenção demais das garotas, mas com ela foi diferente fiquei ofendido de não ter a chamado atenção.
Depois de perceber muitos olhares maliciosos entre Neky e Julie. Convidei Vickie para dançar.
Ela aceitou prontamente e fomos até a pista de dança, a tal Gabrielly ficou lá de braços cruzados a procura de alguém ainda.
-Sua amiga está... esperando alguém? – perguntei depois de um tempo dançando a musica agitada e eletrônica.
-Sim – respondeu ela arfante sobre a música alta – ela está esperando o namorado, mas ele é um babaca, provavelmente não aparecerá...
-Um babaca? – perguntei confuso e semicerrando os olhos.
-É, ele marca e não vem, ela nem sabe com quem ele anda direito, e ele paga de machão demais, ele era namorado da Julie, mas então terminou com ela depois de muito dar em cima da Gabrielly, longa história, que se resume em um babaca....
Quando acabamos de dançar passei no bar para pegar um drink, chegando de volta ao lugar onde os outros estavam. A Gabrielly estava com as mãos na cintura, uma postura irritada.
-Ele não vem Gaby! – Falou Julie abraçada a Neky.
-Ele vai vir... Lá está ele! – Ela saiu em direção a multidão dançante, fiquei observando até onde ela iria, a uns sete metros dali ela parou em frente a um cara musculoso, de dentes brancos brilhantes e cabelos dourados. Ele tinha mesmo pose de machão, como aqueles jogadores de futebol americano das escolas.
Ele revirou os olhos para algo que esta falou, gesto que achei nada carinhoso, depois a pegou rapidamente pela cintura e saíram dali.
Era quatro da madrugada e restava apenas Vickie e eu do grupinho da faculdade, coisa que descobri que a loira enjoada também fazia faculdade no mesmo lugar que eu, só que ela fazia pediatria. Eu até que poderia ficar com Vickie, mas não, não faria o que provavelmente o babaca fazia com Gabrielly, iludir por nada. Voltei pra casa andando, já que Julie tinha saído com Neky pra sua casa.
Naquela noite fiz uma coisa que a um bom tempo não fazia, e o último pensamento que tive antes de chegar ao clímax daquela ação foi de dois olhos azuis, delineados por um lápis preto e lábios rosados sendo mordidos pelo nervosismo.



Última edição por Lah Salvatore em Ter 21 Maio 2013 - 18:23, editado 1 vez(es)
avatar
Lah Salvatore
Escritor(a) Criativo(a)

Mensagens : 217
Popularidade : 1
Data de inscrição : 20/03/2013
Idade : 19
Localização : Brusque - SC
Respeito às regras : Nenhuma advertência. Após 04 advertências, o usuário será banido.

Escritor especialista em Romance

Ver perfil do usuário http://amorantesdetudo.blogspot.com.br/
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gostou? Então compartilhe: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

Help-me by Love - Capítulo 2 [+16] :: Comentários

Re: Help-me by Love - Capítulo 2 [+16]
Mensagem em Seg 20 Maio 2013 - 16:33 por Convidad
Ficou um pouco difícil compreender o capítulo sem os parágrafos e espaçamentos.
Porém consegui sentir o clima do ambiente. Por assim dizer, creio que estava certa quando, no capítulo anterior, comentei que Matheus fez uma boa escolha ao aceitar o convite. Seu desejo por Gabrielly ficou evidente no final deste capítulo.
Esta, já sabendo da índole de seu namorado, não deveria se manter com ele. Há algum motivo secreto para que isso aconteça?
avatar
Re: Help-me by Love - Capítulo 2 [+16]
Mensagem em Qua 22 Maio 2013 - 19:48 por Lah Salvatore
Bom, sobre a formatação do capítulo, sim ele estava totalmente desformatado, não sei que erro aconteceu quando postei, mas não conseguia sobre hipotese nenhuma arrumá-lo mas de tanto insistir acabei conseguindo, sim ele ficou bem curioso com essa menina, mas acho que ela não deu muita importancia pra ele não, ela gosta de ver os caras aos seus pés mesmo, mas no próximo capitulo você vai notar isso...
Re: Help-me by Love - Capítulo 2 [+16]
Mensagem  por Conteúdo patrocinado
 

Help-me by Love - Capítulo 2 [+16]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 

Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: ::::::::: PUBLICAÇÃO DE FANFICS [CATEGORIAS] ::::::::: :: ORIGINAIS-

Site melhor visualizado e operado no Mozilla Firefox ou Google Chrome.
No Internet Explorer você não conseguirá usar muitos recursos especiais.