Digite o nome do autor do mesmo jeito que aparece no perfil. Será mostrado tudo que o autor participa.


Icon Icon Icon Icon




A Devil For Me. - Capítulo Mais um dia de trabalho. [+16] por sakymichaelis Ter 29 Out 2013 - 19:57



Cavaleiros do zodíaco-batalha final - Capítulo Prólogo [+13] por VITOR/OTAKU 305 Sab 26 Out 2013 - 17:51



Mid - Demons - Capítulo Prólogo [+16] por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:48



[Me candidato à Beta Reader] Lara_  por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:32



[Me candidato à Beta Reader] Aline Carvalho  por Aline Carvalho Qui 24 Out 2013 - 17:39



Ver tudo





Nós estamos no ar desde
Sab 16 Mar 2013 - 11:57!


Capítulos postados: 479

Comentários postados: 973

Usuários registrados: 491



O último usuário registrado foi:
sayuri234

Parceiros




Compartilhe | 
 

  A Missão - Outro ponto de vista - Capítulo - Capítulo 03 [+16]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
MensagemAutor
29052013
Mensagem A Missão - Outro ponto de vista - Capítulo - Capítulo 03 [+16]

[img][/img]

Gêneros:
Ação, Romance,

Clique aqui para ver as Informações Iniciais:
 


EPOV




– Não, não, não. Não pode ser, não pode acabar assim .. - me desesperei ao ver Bella desacordada.




– Afaste-se dela por gentileza - falou um dos homens da ambulância que acabara de chegar.




Em questão de segundos, Bella estava em cima da maca e dentro da ambulância.




– Salva ela, por favor. - implorei no meio das lágrimas.




– Faremos o possível. - deu um meio sorriso e entrou na ambulância, que deu partida logo em seguida.




Fui para o meu carro mas outros agentes tentaram me impedir de ir. Acabei socando os dois no meio do desespero e assim que eu entrei, acelerei o carro. Corri pela rodovia feito louco, recebi varias buzinas em troca, mas não liguei. Eu precisava ver a Bella, nem que seja uma última vez.




Estacionei de qualquer jeito e entrei as pressas pela a agencia. Fui pedindo indicações ate chegar na área do hospital, avistei o chefe conversando com o médico e corri ate eles.




– Como ela está ? Cadê a Bella ? - falei más nenhum dos dois me respondeu, apenas me olharam com pena. - FALA ... FALA - gritei e as lágrimas desciam fortes pelo meu rosto. - Por favor, cadê a minha Bella ?




– Edward, eu sinto muito ... - tentou falar o chefe más engoliu em seco.




– Infelizmente, sua esposa não resistiu. - completou o médico.




Meus joelhos falharam, me fazendo cair ajoelhado no chão. Abaixei a cabeça fazendo minhas lágrimas caírem no chão. Fiquei sem reação, meu corpo já não obedecia meus comandos.




Então tudo acabou assim, de repente ? Todas nossas promessas e planos foram destruídos por um tiro ? Um único e maldito tiro foi capaz de tirar a razão da minha existência, da minha vida.




– Edward ... eu ... - o chefe tentou falar más um vez, sem sucesso então se ajoelhou na minha frente. - Edward, más do que nunca .. seja forte. Faça isso por Bella, pela Nessie. - levantei a cabeça pra ele quando disse o nome da minha filha.




Eu não poderia simplesmente desistir. Eu tinha a Nessie, minha filha. Uma parte da Bella estava nela, ela era a prova do nosso amor verdadeiro.




Fechei os olhos e assenti de vagar, ele deu um meio sorriso e se levantou. Esticou sua mão para me ajudar a levantar e eu a peguei.




– Posso ver ela ? Uma última vez ? - sussurrei e ele assentiu. O dr. passou um de seus braços pelo meu ombro e me dirigiu até a sala. Parou em frente a uma porta e a abriu de vagar.




– Fique o tempo que quiser - falou me dando um tapinha no ombro e sumiu de vista pelos corredores. Respirei fundo e entrei na sala.




– M-meu a-amor - tentei falar no meio dos soluços, fui em sua direção enquanto as lágrimas tampavam a minha visão. - Minha Bella, porque ? - me debrucei em cima dela sentindo uma última vez o seu delicioso cheiro de morango. - O que eu vou fazer sem você ? E a Nessie ? - esperei de alguma forma, sua resposta.




Passei a mão pelo seu corpo, gravando cada detalhe dele. Depositei um beijo de leve em seu lábios. - Eu te amo. - sussurrei e beijei sua testa, fui em direção a porta e antes de sair olhei para trás más uma vez. - Minha Bella.




Fiz o caminho de volta pelo corredor, e passei reto pela sala onde o chefe estava. Fui em direção ao meu carro quando ouvi ele me gritando.




– Edward, já avisei sua família. Estão todos em sua casa te esperando para contar para a Nessie. - assenti e continuei meu caminho. - É .. Edward ?




– Sim ? - me virei pra ele.




– Enquanto ao velório .. você mesmo vai organizar ? - fiquei surpreso, não tinha sequer pensando nisso.




– É .. eu não sei.




– Fique tranquilo, cuidaremos de tudo.




– Tudo bem, obrigado. - dei um meio sorriso e entrei no carro.
















[..]
















Estacionei em frente em casa, me segurei para não chorar o caminho todo. Alias como eu iria dar a notícia para a Nessie ?




" Filha, sinto muito mais seu pesadelo virou realidade "– pensei e balancei a cabeça com essa ideia.




Entrei em casa e avistei minha família no sofá, todos estavam lá. Meu pai Carlisle, minha irmã Alice, meu irmão Emmet e Rose, sua namorada. Minha mãe e a Nessie estava no chão, brincando com alguma coisa.




Logo Nessie me avistou e correu ate mim, chamando a atenção dos outros.




– Oi papai. - falou me abraçando - Cadê a mamãe ? - engoli em seco.




– É ... - me agachei para ficar na mesma altura que ela. - Filha, a mamãe ... foi embora.




– E quando ela volta ? - perguntou, já sentia meus olhos se enchendo de lagrimas. Esme veio ate nós e se agachou ao meu lado.




– Amor, a mamãe está lá em cima agora. - falou com certa tranquilidade.




– A mamãe morreu ? Que nem no meu pesadelo ? - seus olhos se enxeram de lágrimas, a puxei para um abraço.




– Não fica assim minha princesa, eu estou aqui e vou cuidar de você. - falei passando as mãos em seus cabelos.




– Mas .. - começou a chorar más ainda e nessa altura eu não estava diferente. Ela se separou do abraço e me olhou nos olhos - O senhor também vai ir embora papai ?




– Não, nunca. - a abracei de novo. - Eu prometo que vou ficar sempre com você.




– Hmm, que tal se a gente fizesse um chocolate quente bem gostoso Nessie ? - Esme tentou animar-la um pouco.




– Que nem a mamãe fazia ? - disse com os olhos brilhando e minha mãe engoliu em seco.




– Bom, eu posso tentar. - Falou e Nessie abaixou o olhar. - Você me ajuda ?




– Ajudo vovó, o seu também quer papai ? - se virou pra mim.




– Hmm, quero. - tentei um sorriso, ela retribuiu e saiu puxando minha mãe para a cozinha.




Me aproximei da sala e todos já estavam em pé, me esperando.




– Edward, eu sinto muito. - falou meu pai me abraçando. - O que precisar eu vou estar aqui.




– Obrigado pai. - retribui o abraço.




– Ed, - Alice me abraçou - eu sinto muito.




– Obrigado Lice.




Foi isso até todos me da os pêsames, pedi licença e subi para o meu quarto. Que ate ontem era nosso.




As lagrimas que eu segurava voltaram com tudo, era impossível entender que agora ela era só mais um lembrança. O cheiro, as coisas, tudo dela estava ali. Exatamente como ela deixou.




Fui tomar um banho e imagens do dia anterior voltaram á minha mente. Seria sempre assim agora ? Tudo que eu for fazer, só me trará lembranças do que eu já vivi ?




Fechei os olhos e deixei a água cair no meu corpo, em uma tentativa inútil de tentar relaxar. Desliguei o chuveiro e voltei para o quarto, vesti uma boxe e cai na cama.




Lembranças e mais lembranças invadiram minha mente. E eu não fiz nada para impedi-las, apenas fechei os olhos e deixei o cansaço me tomar.




[..]




Acordei com um barulho estridente, meu celular. Me sentei na cama ainda grogue e o atendi.




– Alô ? - falei.




– Edward, cadê você ? Estou te ligando á um tempo pra te avisar que o velório é hoje.– falou, e pela voz era o chefe.




– Hoje ? Tão rápido assim ? Que horas ?




– Calma rapaz, você ainda tem duas horas. Vou confirmar o endereço e depois de falo.




– Certo.




– Edward, mais uma coisa ..




– Pode falar.




– Você prefere ... o caixão aberto ?– suspirei, queria me despedir de Bella decentemente. Más pelo bem da Nessie ..




– Pela Nessie, acho melhor fechado.




– Tudo bem, até mais Edward.– falou antes de desligar.




Me levantei e fui acordar os outros para se arrumarem.












[..]












Estava minha mãe, Nessie e eu no meu carro, a caminho doo velório. Estacionei o carro e olhei pelo retrovisor Nessie contorcendo seus dedos, exatamente igual a mãe.




– Está nervosa filha ? - perguntei.




– Um pouco.




– Não precisa, vou ficar sempre do seu lado. - ela sorriu um pouco. Desci do carro e abri a porta pra ela, me deus as mão e entramos junto com minha mãe.




Já estava cheio de gente e a maioria era agentes que para todos ali eram apenasamigos do casal.




Fiquei o velório inteiro recebendo pêsames ao lado de Nessie. O corpo foi liberado e fomos para o cemitério, realizar o enterro.




– Tem certeza que quer fazer isso? Você não precisa ir. - perguntei a Nessie.




– Eu quero ir papai, tenho uma surpresa pra mamãe. - falou.




Surpresa ?




– Que surpresa filha ?




– Eu escrevi uma cartinha pra ela, e queria ler antes dela ir embora de vez. - engoli em seco. Nessie aprendeu a ler e escrever antes da maioria das crianças da idade dela, o que não me surpreendeu, pois ela sempre foi inteligente.




– Tudo bem então, vamos ? - ela assentiu, a arrumei no banco de trás e parti rumo ao cemitério. Sendo seguido por vários outros carros.












[..]
















Joguei a primeira rosa em cima do caixão e assim fui imitado por outros. Olhei para Nessie que estava inquieta, e quando o padre finalmente perguntou se alguém tinha alguma coisa pra falar antes de enterrar, Nessie se manisfestou. Fazendo com que todos ficassem surpresos.












– Fiz uma cartinha pra ela e gostaria de ler, você me ajuda papai ? - assenti, pegando ela no colo.




– Mamãe, - começou - gostaria de te lembrar que eu não me esqueci da sua promessa que a senhora me fez ontem, que nunca iria nos deixar. Más não fica triste, eu te perdoo por não ter conseguido cumpri-la. E que pena que as coisas não ficaram tão bem como a senhora disse que ficaria. Más eu e o papai vamos fazer um ótimo time juntos, mesmo faltando um jogador. Eu espero que da onde a senhora está, dê para me ouvir e pra me ver. Porque eu sempre vou ver a senhora, por mais que seja só nos meus sonhos. Eu te amo mamãe. - terminou de falar recebendo palmas das pessoas presentes, ela corou e escondeu sua cabeça no meu pescoço.




– Não fica envergonhada filha, você se deu muito bem. - falei.




– Então porque você e todos os outros estão chorando ?




– Porque foi muito bonito o que você falou. - disse colocando ela no chão.




Ela deu um meio sorriso e foi rumo a minha mãe, cochichando alguma coisa no ouvido dela. Minha mãe assentiu e as duas foram até o caixão e jogou a cartinha e outro papel lá. Que só depois eu me dei conta que era um desenho, que mostrava eu, ela e a Bella, juntos.












Com certeza não seria nada fácil não ter a Bella comigo.












[...]




3 meses depois












Minha mãe vinha passar o dia com a gente pelo menos quatro vezes por semana. Meu pai sempre que tinha uma folga no hospital também vinha. E todo domingo - sem exceção - todos eles vem almoçar aqui em casa.




Me "aposentei" por uns tempos do FBI. Más eles fazem questão de todo mês depositarem uma quantia bem grande na minha conta. Meu pai me chamou para ir trabalhar na empresa dele com meus irmãos, más eu não via pressa nisso. Más do que nunca eu precisava passar más tempo com a Nessie, nesses últimos meses eu tenho recebido ligações constantes da escola.




Na última vez que a diretora me chamou, ela encaminhou Nessie para uma psicóloga. Nessie ultimamente, não fala muito e nem participa da aulas como antes. A diretora me deu um cartão de uma psicóloga nova daqui de Nova York, não conhecia nenhuma outra então fui nela mesmo.




Marquei uma consulta com a dr. Denali - era assim que ela se chamava - e assim que Nessie voltou da escola, nós fomos.




[..]




Estacionei o carro em frente ao prédio que o endereço indicava. Entrei com Nessie, e na portaria me informaram que o consultório ficava no terceiro andar. Então pegamos o elevador e minutos depois estávamos na recepção da dr.




– Pois não ? - falou a moça que se encontrava sentada atrás de uma mesa, com certeza a secretária.




– Olá, sou Edward Cullen. E tenho uma consulta agendada com a dr. Denali.




– Oh claro, só um minuto. - falou e eu assenti. Discou alguma número do telefone e depois de algumas palavras trocadas ela se virou para nós de novo. - Podem entrar, me sigam por gentileza. - e assim fizemos, seguimos ela até uma porta com uma placa.




" Psicóloga Dr. Denali "




A secretária bateu na porta e ouvimos um " Pode entrar ".




– Fiquem a vontade - a secretária disse e voltou para a recepção. Me virei para Nessie com um olhar confiante e abri a porta.








– Oi, sou Edward Cullen. - falei assim que entramos na sala. A Dr. saiu de trás de sua mesa e veio ate nós.




– Claro, muito prazer Sr.Cullen. Sou a Tanya Denali. - falou esticando as mãos para mim.




– Só Edward, por favor. - apertei sua mão e ela sorriu.




– E essa princesa, como se chama ? - falou se agachando em frente a Nessie.




– Nessie. - falou seca.




– Oi Nessie, sou a titia Tanya. - ignorou o tom dela.




– Você não é minha tia. - falou com o tom ainda más ríspido, o que me assustou. Tanya deu um sorriso para tentar disfarçar a situação e voltou para sua mesa.




– Fiquem a vontade, por favor. - apontou para as cadeiras que tinha em frente á mesa dela.




– Fiquem a vontade, por favor. - apontou para as cadeiras que tinha em frente á mesa dela. Coloquei a Nessie em uma e me sentei na outra que tinha ao seu lado.




– Então, Edward. O que exatamente trouxe vocês aqui ? - perguntou.




– Bom, Nessie de uns tempos pra cá tem se demostrado muito .. diferente, podemos dizer. - falei




– E você tem alguma ideia do que afetou ela para ficar assim ?




– É... a morte da minha esposa. - falei com um nó na garganta.




– Oh, eu sinto muito. - falou, olhei pra Nessie que a fuzilava com os olhos.




– Tudo bem ..




– Mais então Edward, você já quer combinar os dias das consultas ?




– Ah, claro.




– E ela vai fazer sozinha ou acompanhada ? - olhei para Nessie más uma vez e pela sua expressão eu já soube a resposta.




– Acho melhor eu acompanha-lá. - falei e ela deu um sorriso.




– Tudo bem então, vamos marcar.












[...]












3 meses depois




Começamos a fazer consultas 3 vezes por semana. Nessie já demostrou alguns resultados, mesmo dizendo que não gostava nem um pouco de conversar com Tanya.




No momento, Nessie está passeando com avó o que me dar um pouco de liberdade. Coloquei apenas uma calça de moletom e me esparramei no sofá para assistir um jogo.




Só que no exato momento a campainha tocou, o que me obrigou a levantar. Talvez ficar sozinho em casa não seja tão bom assim. Abri a porta me deparando com uma surpresa.




– Dr. Denali ? O que faz por aqui ? - perguntei.




– Por favor, só Tanya. Me desculpe vim sem avisar é só que eu achei alguns ponto importantes nas anotações da Nessie e achei ser importante .. más posso voltar outra hora. - disparou.




– Não, por favor entre. - abri a porta de vez e dei passagem pra ela.




– Obrigada. - disse ao entrar timidamente.




– Sente-se, fique a vontade. - apontei para o sofá. - Aceita alguma coisa? Uma água ..




– Não, obrigada. - dei de ombros e me sentei ao seu lado.




– Então Edward, estava lendo as anotações que fiz da Nessie, e algumas coisas preocupou. - falou abrindo a pasta em seu colo e apontou com o dedo algumas anotações. Cheguei más perto para poder ler, e não sei como aconteceu más quando percebi nossos lábios se colaram.




Talvez por extinto eu continuei o contado e comecei um beijo, ela o correspondeu. Não era e nem chegava aos pés dos beijos da Bella, más não era ruim. O ar nos faltou e nos separamos, Tanya estava com uma de suas mãos em meus cabelos e a outra no meu abomen. Assim que ela percebeu se afastou bruscamente.




– Edward, me desculpe eu .. - tentou falar, corada de vergonha. Soltei um risinho pelo seu desconforto o que só a fez ficar mais vermelha.




– Está tudo bem, você dizia .. - apontei de novo para suas anotações.




– Ah, claro .. - começou a falar de novo, e eu só a admirava.




Ela não era tão bonita quanto a Bella, más ainda sim tinha sua beleza. Ela me despertava alguma coisa, talvez desejo. Ou eu estava só com falta de sexo mesmo.












BPOV












Meu corpo todo formigava, como se eu não o movimentasse a meses. Tentei me mexer más os meus músculos não obedeciam aos meus comandos. Fiz força conseguindo fechar minha mão e com esse ato, parece que meu corpo acordou.




Forcei meus olhos para se abrirem, más eles rapidamente fecharam de novo com o contado da luz. Minha audição ficou más limpa, fazendo me ouvir os barulhos ao redor. Algumas pessoas ao longe conversando, um barulhinho estridente ao meu lado, o que me fez lembrar aos aparelhos de hospitais.




Tentei abri meus olhos más uma vez, dessa vez devagar. Meus olhos se acostumaram com a claridade eu pude enxergar o quarto ao meu redor. Senti um leve ardor em meu peito e algumas lembranças voltaram.




Uma correria louca, tiros e a escuridão. E por último um Edward desesperado ao meu lado. Tentei juntas os fatos e olhei más uma vez ao meu redor. Era um quarto todo branco, parecia de um hospital. Isso quer dizer que eu estava ...




viva ?




















avatar
Lah Salvatore
Escritor(a) Criativo(a)

Mensagens : 217
Popularidade : 1
Data de inscrição : 20/03/2013
Idade : 20
Localização : Brusque - SC
Respeito às regras : Nenhuma advertência. Após 04 advertências, o usuário será banido.

Escritor especialista em Romance

Ver perfil do usuário http://amorantesdetudo.blogspot.com.br/
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gostou? Então compartilhe: diggdeliciousredditstumbleuponslashdotyahoogooglelive

A Missão - Outro ponto de vista - Capítulo - Capítulo 03 [+16] :: Comentários

Nenhum comentário.
 

A Missão - Outro ponto de vista - Capítulo - Capítulo 03 [+16]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 

Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: ::::::::: PUBLICAÇÃO DE FANFICS [CATEGORIAS] ::::::::: :: FILMES-

Site melhor visualizado e operado no Mozilla Firefox ou Google Chrome.
No Internet Explorer você não conseguirá usar muitos recursos especiais.