Digite o nome do autor do mesmo jeito que aparece no perfil. Será mostrado tudo que o autor participa.


Icon Icon Icon Icon




A Devil For Me. - Capítulo Mais um dia de trabalho. [+16] por sakymichaelis Ter 29 Out 2013 - 19:57



Cavaleiros do zodíaco-batalha final - Capítulo Prólogo [+13] por VITOR/OTAKU 305 Sab 26 Out 2013 - 17:51



Mid - Demons - Capítulo Prólogo [+16] por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:48



[Me candidato à Beta Reader] Lara_  por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:32



[Me candidato à Beta Reader] Aline Carvalho  por Aline Carvalho Qui 24 Out 2013 - 17:39



Ver tudo





Nós estamos no ar desde
Sab 16 Mar 2013 - 11:57!


Capítulos postados: 479

Comentários postados: 973

Usuários registrados: 491



O último usuário registrado foi:
sayuri234

Parceiros




Compartilhe | 
 

  A Missão - Pegando os cumplices - Capítulo 07 [+16]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
MensagemAutor
29052013
Mensagem A Missão - Pegando os cumplices - Capítulo 07 [+16]

[img][/img]

Gêneros:
Ação, Romance,

Clique aqui para ver as Informações Iniciais:
 


Por incrível que pareça eu não consegui rir, mesmo vendo aquela cena eu não consegui rir da desgraça dela, ela estava no chão gritando.




–Ah Edward!- gritou e logo Edward desceu as escadas preocupado. Ao ver ela no chão ele correu para seu lado.




–O que aconteceu?- perguntou olhando de Tania para mim.




–Eu caí não está vendo?- falou ríspida. Edward olhou confuso para ela.




Apenas me direcionei a porta e sai.




Sai daquela casa deixando meu marido e minha filha nas mãos daquela idiota dramática.




Peguei um taxi e ele me deixou em frente ao apartamento de Jasper, após pagar o taxista desci ainda imersa do taxi e fui para o apartamento.




Abri a porta com minha chave e entrei, não ouvi barulho lá dentro então andei até o sofá, larguei minha bolça e me afundei na poltrona de couro macio.




Apoiei a cabeça nas mãos e ali fiquei por um tempo, aos poucos a realidade me preenchia, e o rostinho de Rennesme chorando não saia de minha cabeça, eu tinha deixado minha filha sozinha quando ela mais precisava, enquanto ela estava lá passando por dificuldades na escola e em sua vida social eu estava me escondendo. Eu a abandonei quando ela mais precisava de uma mãe, agora ela estava próxima de uma possível sequestradora de crianças, ladra de maridos e assassina.




Não percebi Jasper se aproximar, só senti suas mãos em meu rosto, fazendo eu olhar em seus olhos, quando ele viu as lágrimas em meu rosto ele me abraçou, me aninhou em seu colo protetor, assim como um irmão faria, ele estava me ajudando como um amigo irmão, era assim que eu o via.




–Tudo vai ficar bem Bella, você vai conseguir suportar isso, e vai passar por tudo de cabeça erguida, você é forte e é incrível, você vai conseguir.




Só me apertei mais contra seu peito e chorei, chorei por não estar com minha filha, chorei por não estar com o homem que mais amei em minha vida, aquele que escolhi para viver o resto de meus dias, mas que agora estava com outra pessoa.




Após me reestabelecer eu fui ver as informações que aviam chegado, eles estavam precisando de utensílios para as crianças, eu sabia qual era a loja de coisas para bebês mais desconhecida, e provavelmente eles iriam para lá.




Vesti uma calça de couro preta e um camisete branco, coloquei minha bota salto agulha e fui em direção ao carro de Jasper no estacionamento do prédio.




Entrei no carro e fui até o armazém de Bebês, que nome curioso para a situação, sorri com meu pensamento e fiquei no carro de óculos de sol preto esperando. Após umas duas horas, quando a noite já tinha tomado conta eu vi dois caras saírem de uma van preta e entrarem no armazém, desci do carro e os segui sorrateiramente até lá.




Entrando no estabelecimento eu fui para o final e coloquei meus fones de escuta, eles estavam em duvida do tamanho da mamadeira, eles tinham pegado crianças de mamadeira ainda? Mas pelo que pude perceber eles não eram muito cuidadosos, pois pude ouvir quando um sussurrou, ¨essas crianças só estão dando problemas¨, então eram eles mesmo.




Sai da loja e fui até a van, entrei e o que vi me deu certeza que eram eles, tenha duas poltronas de crianças jogadas na parte de trás da van e foi ali que me escondi.




Logo eles voltaram e fiquei escondida ali atrás, sem fazer um barulho se quer, já tinha avisado onde eles estavam ao FBI, reforços já estavam vindo.




Eles deram partida no carro e então ao longe eu pude ver as luzes das sirenes dos carros do FBI, eles pararam a van e quando iam dar a volta agi.




Coloquei a mão pela frente do motorista e o amarrei pelo pescoço no banco, quando o outro viu praticamente ficou sem ação, mas quando ia pegar no volante eu pulei nele fazendo o mesmo, logo o FBI já estava abrindo as portas da van e os prendendo.




–Bom trabalho agente Cullen! – falou me chefe ao entrarmos no seu escritório




–Por favor, agente Stewart – o corrigi.




Ele sorriu amarelo.




*******************************************




Fu para casa as dez horas da noite, no outro dia teria que acordar cedo para ir cuidar de Nessie.




–Como foi lá Bella?- perguntou Jasper ao eu entrar na cozinha.




–Peguei dois peixes em uma pescada só- sorri e fui para meu quarto, tomei um banho, coloquei uma camisola de algodão, e fui dormir.




*************************************************




–Marie, preciso conversar com você!




Falou Edward ao entrar na cozinha, enquanto eu arrumava um lanche para Reneesme.




–Sim?- falei com uma voz mais aguda.




–Eu vou precisar que você cuide de Nessie a noite para mm, vou sair e vou voltar tarde, você se importa em dormir aqui?




–Não, tudo bem, quando?




–Amanhã!- isso seria bom, pois me daria chances de colocar as câmeras e os fones de escuta no quarto de Edward.




Fui até o quarto de Nessie e ela dormia tranquilamente em sua cama, com uma expressão relaxada.




Voltei a sala onde estava Edward, ele estava vendo TV sentado na poltrona costumeira.




–Nessie está dormindo – falei quando ele me olhou.




–Descanse um pouco, sente-se – não sabia se seria uma boa ideia ficar assim perto dele, mas me sentei no sofá.




–O que você fazia antes de vir trabalhar aqui Marie?- perguntou olhando para mim.




–Eu...- esqueci de colocar um agudo na voz, e percebi que ele me olhou estranho, como se tivesse chamado sua atenção minha voz- eu trabalhei cuidando de crianças...




–Então você tem família Marie?- perguntou olhando para o jornal que tinha em mãos.




–Não tenho família- respondi com a mais pura sinceridade, minha família tinha sido tirada de mim.




–Que idade você tem Marie?- eu Isabella Cullen tinha vinte e quatro mas eu tinha que dizer que era mais nova para ele.




–Eu tenho vinte e dois anos.




–Eu admiro o jeito que você trata Reneesme, é difícil de ela gostar de suas babás, você é a primeira com qual ela não apronta, ela é assim desde a morte da mãe dela, foi uma grande perda.




–A mãe de Nessie morreu? – perguntei jogando verde.




–Sim, a um ano mais ou menos, Nessie era muito liada a ela, e eu também.




–Então por que você já tem uma namorada?- perguntei fervendo de raiva, calma Isabella, falei lentamente para mim mesma.




–Tania é uma pessoa boa que gosta de mim e Nessie, e Reneesme precisa da presença de alguma mulher em sua vida, ela precisa de uma mãe.




Meu sangue ferveu mais um pouco, como ele pode falar assim.




–E você não acha que Reneesme não quer outra mãe? – perguntei pela primeira vez olhando em seu rosto.




Ele fez uma expressão de dor e largou o jornal.




–Eu sei que ela não quer outra mãe, apenas estou fazendo o máximo para ela ter uma presença feminina em sua vida.




–Colocando pessoas que ela não gosta em sua vida você não vai ajuda-la senhor Cullen!




Levantei-me do sofá e subi as escadas em direção ao quarto de Reneesme, ela se espreguiçava quando entrei.




–Olá princesinha!- sorri ao ver seu rosto com a marca do travesseiro.




–Oi Marie – ela veio correndo por cima da cama e se jogou em meu colo, a segurei firme em um abraço e gargalhei.




Eu amava tanto minha filha, e não deixaria nada acabar com minhas chances de ter ela em meus braços de novo.












avatar
Lah Salvatore
Escritor(a) Criativo(a)

Mensagens : 217
Popularidade : 1
Data de inscrição : 20/03/2013
Idade : 20
Localização : Brusque - SC
Respeito às regras : Nenhuma advertência. Após 04 advertências, o usuário será banido.

Escritor especialista em Romance

Ver perfil do usuário http://amorantesdetudo.blogspot.com.br/
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gostou? Então compartilhe: diggdeliciousredditstumbleuponslashdotyahoogooglelive

A Missão - Pegando os cumplices - Capítulo 07 [+16] :: Comentários

Nenhum comentário.
 

A Missão - Pegando os cumplices - Capítulo 07 [+16]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 

Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: ::::::::: PUBLICAÇÃO DE FANFICS [CATEGORIAS] ::::::::: :: FILMES-

Site melhor visualizado e operado no Mozilla Firefox ou Google Chrome.
No Internet Explorer você não conseguirá usar muitos recursos especiais.