Digite o nome do autor do mesmo jeito que aparece no perfil. Será mostrado tudo que o autor participa.


Icon Icon Icon Icon




A Devil For Me. - Capítulo Mais um dia de trabalho. [+16] por sakymichaelis Ter 29 Out 2013 - 19:57



Cavaleiros do zodíaco-batalha final - Capítulo Prólogo [+13] por VITOR/OTAKU 305 Sab 26 Out 2013 - 17:51



Mid - Demons - Capítulo Prólogo [+16] por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:48



[Me candidato à Beta Reader] Lara_  por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:32



[Me candidato à Beta Reader] Aline Carvalho  por Aline Carvalho Qui 24 Out 2013 - 17:39



Ver tudo





Nós estamos no ar desde
Sab 16 Mar 2013 - 11:57!


Capítulos postados: 479

Comentários postados: 973

Usuários registrados: 491



O último usuário registrado foi:
sayuri234

Parceiros




Compartilhe | 
 

  Guardiões Do Mar - Capítulo 2 [+16]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
MensagemAutor
13062013
Mensagem Guardiões Do Mar - Capítulo 2 [+16]

[img][/img]

Gêneros:
Ação, Aventura, Fantasia, Mistério, Suspense,

Clique aqui para ver as Informações Iniciais:
 


Alice vinha me ver todo dia em que estive no hospital, então conversamos e virei “amigo” dela, ela me deu seu telefone e disse para eu ligar pra ela quando tivesse alta. Foi o que eu fiz logo depois que saí do hospital. Nós marcamos para nos encontrarmos num restaurante muito chique, chamado: Le Bernardin.




– Boa noite. – O garçom se aproximou da mesa me oferecendo o cardápio.




– Boa noite e obrigado. – Falei para ele e olhei para a Alice. - O que você quer comer?




– Nada especial, por que não pedimos a “sugestão do chefe”? – Ela estava me olhando de um jeito muito estranho e sexy.




– Está bem. – Fechei o cardápio e o devolvi para o garçom. ­– Traga dois pratos com a “sugestão do chefe”.




– Já está a caminho. – O garçom então, bateu em retirada para dentro da cozinha do restaurante.




Eu e Alice ficamos em silencio por alguns instantes, mas depois ela quebrou o gelo.




– Não achei que você me ligaria... – Ele estava olhando para o céu, que estava extremamente estrelado.




– Por que não ligaria? – Perguntei fazendo cara de surpreso. – Você é uma pessoa muito interessante. – E mais uma vez pude ver aquele sorriso lindo dela.




O garçom chegou logo depois com dois pratos e começamos a comer. No primeiro pedaço da comida que eu engoli, me senti estranho e percebi o que estava acontecendo, aquilo era algum tipo de peixe. Tritões e sereias não podem comer peixe fora do mar, porque podem ser fatalmente venenosos e quebram qualquer encanto ou efeito de poção que esteja sobre nós (resumindo: pode transformar uma sereia, em um humano, mas no meu caso era justamente o contrario). Comecei a ficar tonto, então decidi que tinha que ir embora naquele instante.




– Tenho que ir. – Levantei-me num solavanco e quase caí. – Depois eu te explico. – Tropecei e quase caí em cima da mesa de um jovem casal.




Alice só ficou parada sem nenhuma reação, me vendo correr para longe. Acho que ela nunca me desculpou totalmente por aquilo, ficou pra sempre como o “Primeiro e pior encontro de todos”. Continuei correndo até chegar no quarto “alugado” e fui logo procurar a porção, minha calda apareceu 50 segundos depois que eu fechei a porta do quarto e então ficou muito difícil de respirar e me locomover. Consegui achar a porção, tomei e mais uma vez apaguei.




Acordei no hospital novamente, mas desta vez não estava feliz em ver a Alice, só tinha medo de como ela iria me julgar pela noite de ontem. Mas para a minha surpresa, ela não reclamou nem nada (eu sei que ela ficou chateada, mas ela não falou disso nem por um segundo), ela estava preocupada em saber o que tinha acontecido comigo no dia anterior, mas eu não podia lhe falar a verdade.




– O que aconteceu? – Ela foi se aproximando para sentar ao meu lado. – Você está bem??




– Está tudo bem, – Eu comecei a falar, mas ela me interrompeu.




– Não vem com essa, – Ela estava ficando com raiva. – Você saiu correndo de um encontro como se tivesse morrendo, não vem me dizer: “está tudo bem” – Ela estava quase chorando de raiva ou por que estava decepcionada comigo, provavelmente era a segunda opção.




– Desculpa Lice... – Eu me levantei para poder me aproximar dela, botei a mão no seu rosto. – Eu não teria saído daquele jeito se não fosse extremamente necessário.




– Então me diz o que foi tão importante, para você sair do encontro correndo. – Ela se afastou de mim por alguns instantes.




– Não posso dizer... – Abaixei a cabeça. – É muito complicado e você não acreditaria.




– Tenta. – Ela retrucou de imediato.




– Deixe isso para amanhã... – Eu me deitei na cama novamente ­– Hoje só quero dormir.




– Está bem, – Ela já estava saindo pela porta e falou: - Depois não venha reclamar quando eu ficar te chamando de “Dorminhoco”. – Eu sorri e então ela fechou a porta.




Depois que acordei, fiquei vendo programas de TV de péssima qualidade, só esperando a Alice chegar... Eu sabia que ela pediria uma resposta concreta para o que aconteceu. Mas não pediria responder. Uma 2h depois que eu acordei ela chegou.




– Oi dorminhoco. – Ela falou enquanto abria a porta.




– Oi – Respondi sem muito entusiasmo.




– Olha, se você não quiser me contar o que aconteceu com você no restaurante, – Ela botou as coisas numa poltrona que tinha no meu “quarto de hospital” e se sentou ao meu lado na cama. ­– eu vou entender. – Ela pegou a minha mão. ­– Mal te conheço, não posso ficar te obrigando a contar tudo sobre a sua vida.




– Está tudo be... – Eu tentei falar, mas ela me continuou falando, como se eu nem tivesse dito nada.




- É que eu gosto muito de você, não sei por que, mas gosto. – Ela soltou minha mão. – Eu queria que você soubesse disso. – Eu levantei a minha mão e a puxei pra baixo, fazendo que ela deitasse do meu lado.




Ficamos daquele jeito um bom tempo, olhando os olhos um do outro. Até que depois de um tempo eu falei:




– Também gosto de você! – Vi o sorriso dela de perto, e não resisti a um comentário: - Seu sorriso é o mais lindo que eu já vi.




– Nossa, – Ela ainda estava rindo. – Você está apaixonado por mim. – Nós caímos na gargalhada.




– Não estou, mas gosto de você.




Ela se inclinou para perto de mim, para me beijar. Eu olhei a janela por uns instantes e vi um “homem” do lado de fora, olhando fixamente para nós. Eu sabia que ele era um tritão, nossa espécie, permite sentir outro membro da mesma a muitos Km de distância. Então percebi que se ele tivesse ali, não seria pra me salvar. Ele queria me matar, acabar com todo o meu reino e o que restou dele, então percebi que se ele queria me matar, quem andasse comigo estaria em risco, nesse caso o “quem” era a Alice.




– Não podemos. – Recuei devagar.




– Por que não? – Ela perguntou quase de imediato.




– Acho melhor pararmos de nos ver, – Eu estava olhando para o lençol, porque não poderia ver os olhos dela tristes como deviam estar. – Ao menos por enquanto que resolvo umas coisas. Depois eu voltarei e tudo ficará bem. – Estiquei a mão para alisar seu braço, mas ela jogou-o para trás.




– Se quiser que parar de me ver tudo bem, – Ela estava com voz de choro e isso partiu meu coração. – mas não volte, não venha me procurar mais. – Claro que eu não queria isso, mas era a única opção.




– Ok.





avatar
Eduardo Victor


Mensagens : 8
Popularidade : 0
Data de inscrição : 11/06/2013
Idade : 19
Localização : Recife - PE
Respeito às regras : Nenhuma advertência. Após 04 advertências, o usuário será banido.

Escritor especialista em Ação

Ver perfil do usuário http://sedut0r.tumblr.com/
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gostou? Então compartilhe: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

Guardiões Do Mar - Capítulo 2 [+16] :: Comentários

Nenhum comentário.
 

Guardiões Do Mar - Capítulo 2 [+16]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 

Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: ::::::::: PUBLICAÇÃO DE FANFICS [CATEGORIAS] ::::::::: :: ORIGINAIS-

Site melhor visualizado e operado no Mozilla Firefox ou Google Chrome.
No Internet Explorer você não conseguirá usar muitos recursos especiais.