Digite o nome do autor do mesmo jeito que aparece no perfil. Será mostrado tudo que o autor participa.


Icon Icon Icon Icon




A Devil For Me. - Capítulo Mais um dia de trabalho. [+16] por sakymichaelis Ter 29 Out 2013 - 19:57



Cavaleiros do zodíaco-batalha final - Capítulo Prólogo [+13] por VITOR/OTAKU 305 Sab 26 Out 2013 - 17:51



Mid - Demons - Capítulo Prólogo [+16] por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:48



[Me candidato à Beta Reader] Lara_  por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:32



[Me candidato à Beta Reader] Aline Carvalho  por Aline Carvalho Qui 24 Out 2013 - 17:39



Ver tudo





Nós estamos no ar desde
Sab 16 Mar 2013 - 11:57!


Capítulos postados: 479

Comentários postados: 973

Usuários registrados: 491



O último usuário registrado foi:
sayuri234

Parceiros




Compartilhe | 
 

  Não posso amar, não sei amar - Capítulo 3 Aprenda a lidar com isso [+16]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
MensagemAutor
21062013
Mensagem Não posso amar, não sei amar - Capítulo 3 Aprenda a lidar com isso [+16]

Clique aqui para ver todos os capítulos desta história!


Gêneros:
Amizade, Drama, Mistério, Romance,

Clique aqui para ver as Informações Iniciais:
 



Entrei na sala, pedi desculpas pelo atraso, Alex guardara um lugar para mim ao seu lado, me sentei, fixei os olhos no professor e fingi estar prestando atenção.
– Psiu. – sibilou ela enquanto colocava um pedaço de papel em minha carteira. Achei que já tivesse passado a fase dos recados durante a aula, mas tudo bem.
Desdobrei o papelzinho, nele estava escrito;
“Andrew pediu para namorar comigo.”
Andrew é o garoto que deixa Alex com o queixo caído, não sei por quê... Ele é um idiota, machista, troglodita, controlador, além de ser uma pedra de tão burro, tudo ao contrário dela. Tenho nojo desse cara. Minha amiga merece coisa melhor. Nossa, essa notícia conseguiu me tirar do sério, argh. Peguei a caneta e perguntei o que ela tinha respondido. Brotou um sorriso malicioso em seu rosto, o que já me fez não só saber como sentir a resposta, ainda assim tinha que constatar. A resposta foi entregue a mim e eu li; “Óbvio que aceitei.” Na boa, agora estressei de vez. Levantei da carteira, saí pisando firme, o professor gritou alguma coisa, pouco me importei. Caminhei até um canto do campus que sempre ficava vazio, meu canto, o lugar que me fazia bem, já estava há dois meses sem ir lá. Deitei no gramado e fiquei a admirar o céu. Ouvi um barulho, se fosse algum professor era encrenca na certa, mas pensando bem eu já estou encrencada, saí da aula sem pedir permissão. Um garoto apareceu, olhos claros, cabelos loiros escuro, quase castanhos, o reconheci imediatamente, Derek Cooper, era muito atraente, inteligente, meigo, carinhoso, amável, perfeito... Ele se assustou ao ver que tinha alguém ali, levantei;
– Oi. Você vem sempre aqui?
Ã? Que espécie de pergunta foi essa? Vergonha estou sentindo isso, nunca falei com o cara, apesar de observá-lo, e quando dirijo a primeira frase sai essa merda.
– Oi. Venho aqui há dois meses, ajuda a esfriar a cabeça.
Entendi, começou a frequentar meu lugar quando fiquei fora. Tudo bem, o espaço é grandinho, posso dividir. Sentei-me novamente. Coloquei os fones só por colocar, não liguei música alguma. Ele sentou-se ao meu lado, ficamos em silêncio por um tempo;
– Olhos lindos. - elogiou.
Droga, saí sem lente, só percebi agora, Alex nem para me falar? Odeio quando falam dos meus olhos... Forcei um sorriso;
– Obrigada. Os seus também são.
"Os seus também são." Só dei bola fora até agora. Estou parecendo uma criança. Derek sorriu. Tinha um sorriso lindo.
Fiquei puxando a grama já que o tédio dominava, a cabeça estava a mil, pensando no tal do Andrew, agora no tal do Derek.
– É irmã do Josh não?
– Sim, o conhece?
– Por nome somente. Ultimamente tenho prestado bastante atenção em você. - ao terminar essa frase seu rosto corou, ficou muito meigo.
Abri um enorme sorriso, abaixei a cabeça para tentar disfarçar a vergonha e continuei em silêncio. O sinal soou, bem, agora eu poderia jogar tênis em paz, mas antes precisava pegar minha raquete, com certeza Alex pegara, então encontrá-la era a prioridade agora, infelizmente.
Ajeitei a roupa, levantei, me despedi de Derek e corri em direção a ala de lazer, ao colocar os pés na mesma senti uma pontada no peito, Andrew e Alex se atracando.
– Gosta dela? - uma voz perguntou, não sabia quem era.
– Não, ela é minha melhor amiga só isso. - respondi calmamente procurando o dono da voz mansa.
– Perdão, não me apresentei, Kurt, Kurt Müller.
– Prazer em conhecê-lo, sou Amy, Amy Carter.
– Desculpe pela pergunta anterior, é que está fuzilando o grandão com os olhos.
Será que estava mesmo? Não é tão impossível, estou com um ódio tão grande desse cara que não o mato porque... Na verdade não encontro um motivo sequer para não matá-lo, mas tudo bem.
– É, bem, não gosto dele, é um troglodita e ela é minha melhor amiga, não quero um cara desses fazendo par com Alex.
– A decisão é dela.
– Não é bem assim tá! A decisão é dela, isso não significa que tenho que aceitar numa boa. - esbravejei
– Calma aí. Tem o direito de ficar como quiser, agora sinceramente acho que gosta dela.
Não pode ser, inaceitável. Impossível. Ou não, ai, estou confusa, não sei de quem gosto, não sei nada sobre mim.
– Pense o que quiser tá bem? Mas me deixa em paz.
Meu dia já foi uma porcaria, Andrew namorando com Alex, os dois se pegando em público, eu vi... Derek aparece do nada e desperta novamente algo que felizmente eu tinha conseguido colocar fim e agora, por último ou não, esse tal Kurt vem me encher.
Saí da área de lazer, perdi a vontade de jogar tênis ou fazer qualquer outra atividade que não seja ficar deitada.

avatar
Annie Moro
Escritor(a) Padrão

Mensagens : 13
Popularidade : 1
Data de inscrição : 21/06/2013
Idade : 33
Respeito às regras : Nenhuma advertência. Após 04 advertências, o usuário será banido.

Escritor especialista em Romance

Ver perfil do usuário
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gostou? Então compartilhe: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

Não posso amar, não sei amar - Capítulo 3 Aprenda a lidar com isso [+16] :: Comentários

Nossa! Amei o capítulo! Smile
Eu vou continuar acompanhando - tinha parado de acompanhar ligeiramente, mas voltei ^^
Vou continuar lendo a fic e prestando bem atenção a ele, rs.
Muito obrigada! Espero que goste da continuação >_<
 

Não posso amar, não sei amar - Capítulo 3 Aprenda a lidar com isso [+16]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 

Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: ::::::::: PUBLICAÇÃO DE FANFICS [CATEGORIAS] ::::::::: :: ORIGINAIS-

Site melhor visualizado e operado no Mozilla Firefox ou Google Chrome.
No Internet Explorer você não conseguirá usar muitos recursos especiais.