Digite o nome do autor do mesmo jeito que aparece no perfil. Será mostrado tudo que o autor participa.


Icon Icon Icon Icon




A Devil For Me. - Capítulo Mais um dia de trabalho. [+16] por sakymichaelis Ter 29 Out 2013 - 19:57



Cavaleiros do zodíaco-batalha final - Capítulo Prólogo [+13] por VITOR/OTAKU 305 Sab 26 Out 2013 - 17:51



Mid - Demons - Capítulo Prólogo [+16] por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:48



[Me candidato à Beta Reader] Lara_  por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:32



[Me candidato à Beta Reader] Aline Carvalho  por Aline Carvalho Qui 24 Out 2013 - 17:39



Ver tudo





Nós estamos no ar desde
Sab 16 Mar 2013 - 11:57!


Capítulos postados: 479

Comentários postados: 973

Usuários registrados: 491



O último usuário registrado foi:
sayuri234

Parceiros




Compartilhe | 
 

  Sombrio Como a Noite. - Capítulo 01 [+16]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
MensagemAutor
25062013
Mensagem Sombrio Como a Noite. - Capítulo 01 [+16]

Clique aqui para ver todos os capítulos desta história!

[img][/img]

Tema do Desenho / Quadrinho:
Batman.

Gêneros:
Ação, Amizade, Aventura, Mistério, Tragédia,

Clique aqui para ver as Informações Iniciais:
 


O Aniversário.

Gotham City, uma cidade que uma vez foi o lar de vários vilões e maníacos perigosos, mas depois de muito tempo se tornou um lugar pacifico depois que um justiceiro máscarado lutou contra esses malfeitores e os prendeu, esse cavaleiro que luta contra o crime, é o lendário Batman, mas mesmo com a intervenção do Cavaleiro das Trevas, ainda havia aqueles que cometiam crimes.
Nos esgotos de Gotham o Homem-Morcego anda calmamente procurando por um vilão que havia escapado do Asilo Arkham, Basil Karlo o Cara-de-Barro, mas o que o Batman não sabia era que o vilão estava observando o Cavaleiro das Trevas por trás, o monstro então surge de dentro da água, assim que o vê Batman se afasta.
—Você vai voltar para o Arkham, Karlo. –Disse Batman sem demonstrar qualquer emoção.
—Acho que não. –Disse Cara-de-Barro pegando Batman. —Que tal um abraço Batman.
Karlo prende Batman dentro do seu corpo na tentativa de asfixiar o herói.
—Se debata o quanto quiser só vai ficar sem ar mais rápido. –Disse Karlo se divertindo enquanto o Homem-Morcego estava ficando sem oxigênio.
De repente dois Batarangues se são lançados nas costas de Cara-de-Barro, antes que o vilão prestasse atenção eles explodem libertando o Batman.
—Qual o problema, ficando lerdo depois de velho? –Perguntou um homem jovem vestindo um uniforme vermelho com mangas amarelas e calças, capa e tênis verde, ele também usava um capuz que cobria sua cabeça e uma máscara verde que cobria seus olhos.
—Por que demorou tanto Robin? –Perguntou Batman se levantando.
—Estava ajudando a preparar a armadilha, temos que levar o lamacento lá pra cima. –Explicou Robin.
Quando os heróis menos esperavam Cara-de-Barro se regenera e os ataca, mas eles saltam por cima do vilão.
—Rápido, bombas de gelo. –Disse Batman pegando o equipamento.
—Entendi. –Disse Robin também pegando as bombas.
Eles jogaram as bombas na água do esgoto que começou a congelar, quando percebeu que seria congelado Cara-de-Barro entrou em desespero, então esticou seu corpo arrebentando uma tampa de bueiro, ele se estica ainda mais chegando até o topo de um prédio.
—Perfeito. –Disse Robin sorrindo.
Batman e Robin usam seus Bat-Ganchos para voltar para a superfície, os dois vêem Cara-de-Barro tentar fugir, em seguida Robin usa seu comunicador para avisar seus aliados.
—Vermelho, Batgirl ele está indo na sua direção. –Disse Robin por seu comunicador.
—Entendido, Robin Vermelho desliga. –Disse um homem vestindo um uniforme vermelho com calças, capa, botas e uma máscara que cobria todo o seu rosto menos sua boca, todos de cor preta.
—Já estava na hora, estava cansada de ficar esperando. –Disse uma mulher vestindo um uniforme preto com listras roxas dos lados e com o símbolo de um morcego amarelo no peito.
—Se quer ação é melhor vir. –Disse Robin Vermelho disparando seu Bat-Gancho no prédio à frente.
—Fala comigo como se eu fosse te deixar se divertir sozinho, somos uma dupla certo querido? –Perguntou Batgirl com uma voz sedutora.
—Claro. –Disse Robin Vermelho ficando um tanto sem graça.
Os dois foram saltando de prédio em prédio até chegar onde estava o Cara-de-Barro.
—Está acabado Cara-de-Barro. –Disse Robin Vermelho ficando de frente para Cara-de-Barro.
—Você também veio passarinho. –Disse Cara-de-Barro surpreso em ver o Robin Vermelho.
—E ele não está sozinho. –Disse Batgirl aparecendo atrás do Cara-de-Barro.
—Não vão me pegar tão facilmente. –Disse Cara-de-Barro tentando fugir pela esquerda, mas ele é impedido por Robin.
—Parece que você se ferrou amigo. –Disse Robin rindo de Cara-de-Barro.
Então o Batman aparece do outro lado, os quatro heróis cercam totalmente Cara-de-Barro que fica desesperado para tentar fugir.
—Agora usem os tasers! –Ordenou Batman pegando o equipamento.
Todos obedecem e pegam seus tasers, eles disparam os cabos que ficam presos no corpo do Carra-de-Barro, por esses cabos passa uma corrente elétrica que eletrocuta o corpo do vilão que cambaleia na direção do Batman.
—Batman cuidado! –Gritou Batgirl.
Facilmente o herói salta por cima do vilão que cai do topo de prédio para o chão, os heróis usam suas capas para planar até o lugar onde Cara-de-Barro havia caído, vários carros de polícia cercam a área para que o civis não se arriscassem.
—Ele está morto? –Perguntou um dos policias enquanto os heróis pousavam.
—Não, só está desacordado. –Disse Batman lançando uma bomba de gelo para manter Cara-de-Barro imobilizado. —Levem ele de volta para o Arkaham, eu tenho uma coisa importante para fazer agora.
—Tudo bem, obrigado Batman. –Disse o policial.
—E eu, tudo o que você fez foi servir de isca para ele no esgoto. –Reclamou Robin.
—Isso não importa agora, vamos logo não podemos nos atrasar. –Disse Batman ativando o controle remoto do Batmóvel que veio em alta velocidade até ele junto de três Batmotos.
—Eu já cansei de andar de moto, vou pedir pro velho comprar uma moto para mim. –Disse Robin reclamando de novo.
—Robin. –Disse Batgirl chamando a atenção de Robin.
—O que foi? –Perguntou Robin.
—Cala a boca. –Disse Batgirl deixando uma tensão no ar.
—Vamos logo, não podemos nos atrasar. –Disse Batman entrando no Batmóvel.
—Fique calmo, não vamos nos atrasar, vai ficar tudo bem. –Disse Robin Vermelho calmamente.
Eles seguem seu caminho de volta para seu quartel-general, a Batcaverna. Quando chegam ao seu destino à equipe é recebida por uma linda mulher ruiva de olhos verdes, ela vestia uma camisa branca e uma calça social preta, o que mais chamava atenção era que ela é uma cadeirante.
—Bem vindos de volta pessoal. –Disse a mulher recebendo os heróis.
—Oi Barbara, vocês está ótima, garota. –Disse Batgirl tirando sua máscara.
—Obrigada Steph. –Disse Barbara agradecendo.
—Oi querida. –Disse Batman se ajoelhando e beijando Barbara.
—Ah, quanto melação, arrumem um quarto para vocês. –Disse Robin tirando sua máscara e sua capa.
—Está com ciúmes deles Damian? –Perguntou Robin Vermelho segurando a mão de Steph.
—Por favor, eu estou melhor solteiro. –Disse Damian um pouco irritado.
—Não devia dizer isso, sabe que sua mãe quer ter netos. –Disse um homem de cabelos grisalhos usando uma camisa branca com um casaco preto por cima, e calça social preta.
—Oi pai. –Disse Damian recebendo o homem.
—Bruce o Cara-de-Barro está de volta em Arkham, e dessa vez preso a sete chaves. –Disse Batman tirando seu capuz.
—Fez um ótimo trabalho Dick e ainda chegou a tempo para aniversário do seu filho. –Disse Bruce sorrindo.
—Obrigado por virem para o aniversário do Ricky pessoal, significa muito para mim. –Disse Dick feliz.
—Só se faz dezesseis uma vez Dick, não podíamos faltar. –Disse Tim colocando sua mão no ombro do irmão.
—E onde está o aniversariante? –Perguntou Steph.
—Selena e ele estão fazendo seu programa de neto e avó como todo fim de semana. –Disse Bruce soltando um pequeno riso.
O programa de neto e avó era na verdade um treino de artes marciais que Selena fazia com Ricky a pedido de Dick. O garoto era muito parecido com seu pai quando tinha sua idade, tinha cabelo curto e ruivo, os olhos azuis do pai e tinha um excelente porte físico por causa do treinamento exercido pela avó, ele estava andando calmamente pela sala de treinamento da Batcaverna, quando de repente um chicote se prende em sua perna e o puxa o derrubando na parte inferior da caverna.
—Nada mal para uma quarentona vó. –Disse Ricky se levantando.
—Você tem uma boca grande igual ao seu pai. –Disse Selena preparada para qualquer ataque de Ricky.
Ricky lança dois Batarangues contra Selena, mas ela os rebate facilmente com seu chicote, porém ela não contava com uma ataque surpresa de Ricky que tenta lhe dar um chute, ela se defende, então ele salta por cima dela a deixando sem defesa, mas ao invés de lhe atacar Ricky dá um cutucão na nuca de sua avó.
—Ganhei, está cinco a três para mim vó. –Disse Ricky se afastando e pegando uma garrafa com água.
—Você está crescendo Richard, parece que foi ontem que seus pais te trouxeram para cá e eu te peguei no colo. –Disse Selena lembrando de quando Ricky era um bebe. —Você não parece feliz.
—Esse treinamento, não tem sentido para mim, meus pais deixaram bem claro que não querem que eu participe da vida dupla da nossa família. –Disse Ricky chateado.
—Eu sei que você se sente excluído já que Dick e Barbara não querem que você seja um herói, mas eles só querem o que é melhor para você. –Disse Selena tentando confortar seu neto. —Olha para mim, eu tive que desistir da minha vida como Mulher-Gato.
—Mas a senhora era uma ladra vó. –Disse Ricky rindo.
—Você me entendeu, vamos lá é seu aniversário. –Disse Selena abrasando seu neto.
—Ahhh, tudo bem se a senhora está pedindo. –Disse Ricky concordando com Selena.
As portas da sala de treinamento se abrem e Bruce, Dick, Barbara, Tim, Stephanie e Damian entram e vão correndo até Ricky carregando um bolo de aniversário.
—Feliz aniversário! –Disseram todos eles juntos.
—Valeu gente. –Disse Ricky sem jeito.
—Vamos lá sopre as vela. –Disse Selena segurando o bolo.
Com um só sopro Ricky apaga todas a dezesseis velas de uma vez.
—O que você pediu? –Perguntou Dick.
—Se eu disser não se realiza não é? –Disse Ricky com sarcasmo.
—Hora dos presentes, esse aqui é do seu tio Jason, ele não pode vir, alguns problemas em Bialya. –Disse Barbara entregando um pacote para Ricky.
—Uma jaqueta de couro, meio anos sessenta, mas legal. –Disse Ricky.
—Esse aqui é meu e do Tim. –Disse Stephanie entregando seu pacote para Ricky.
—Uma camisa, e de seda olha só, você sempre teve bom gosto tia Steph. –Disse Ricky vendo a camisa.
—Obrigada. –Disse Steph esfregando seu cabelo.
—Esse é meu de da sua avó. –Disse Bruce dando um pedaço de papel para Ricky.
—Um vale presente, não é muito profundo, mas eu agradeço vô. –Disse Ricky.
—Esse aqui é meu, filho. –Disse Barbara entregando seu pacote para Ricky.
—Um celular novo, valeu mãe. –Disse Ricky um pouco mais animado.
—Bem, acho que o meu é o ultimo. –Disse Dick entregando uma pequena caixa para Ricky.
Ricky abriu a caixa, dentro dela havia um colar de prata com um pingente com o formato de um pássaro.
—Um colar, que legal pai, mas um pássaro não que eu não goste, mas que pássaro é esse? –Perguntou Ricky curioso.
—Pode acreditar filho, esse pássaro, pode um dia mudar a sua vida. –Disse Dick colocando a mão no ombro de seu filho.
O resto da noite correu normalmente, mas Dick teve que sair no meio da madrugada para resolver um problema, enquanto Ricky ficou apenas pensando em seu pedido enquanto olhava para o colar que recebeu de seu pai, um dia eu serei um herói também, era o que ele pensava.

avatar
Samuel Jr
Escritor(a) Padrão

Mensagens : 26
Popularidade : 1
Data de inscrição : 25/06/2013
Idade : 20
Localização : Botucatu, SP
Respeito às regras : Nenhuma advertência. Após 04 advertências, o usuário será banido.

Escritor especialista em Fantasia

Ver perfil do usuário
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gostou? Então compartilhe: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

Sombrio Como a Noite. - Capítulo 01 [+16] :: Comentários

Achei muito interessante sua história. Ainda não comecei a ler (somente o prólogo), mas estou aqui para dizer que a favoritei e em breve - assim que sobrar tempo, vou ler.

Até mais.
Ah que legal!!!! Gostei muito. Vou acompanhar. Bjs da Naylah Smile
naylah13 escreveu:
Ah que legal!!!! Gostei muito. Vou acompanhar. Bjs da Naylah Smile
Eu agradeço por gostar da minha história, e peço desculpas por demorar tanto para responder ao seu comentário.
O jeito como escreve é bem dinâmico. Gostei do enredo e do começo. 
Só fiquei confusa nesta parte:  
Citação :
—Eu já cansei de andar de moto, vou pedir pro velho comprar uma moto para mim. –Disse Robin reclamando de novo.
Parece que ficou faltando algo...
Violet Flower escreveu:
O jeito como escreve é bem dinâmico. Gostei do enredo e do começo. 
Só fiquei confusa nesta parte:  
Citação :
—Eu já cansei de andar de moto, vou pedir pro velho comprar uma moto para mim. –Disse Robin reclamando de novo.
Parece que ficou faltando algo...

Creio eu, entretanto, que ficou um pouco redundante essa frase e sem algumas pontuações. Talvez por isso essa parte tenha ficado confusa.

Estou adorando a história! :)Não pare de escrever. Sua história é ótima!
Deslcupe pela demora, eu sinto muito também pelos erros de digitação, e pela demora em postar os capítulos, eu estou longe de casa então não estou podendo postá-los.
 

Sombrio Como a Noite. - Capítulo 01 [+16]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 

Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: ::::::::: PUBLICAÇÃO DE FANFICS [CATEGORIAS] ::::::::: :: DESENHOS / QUADRINHOS-

Site melhor visualizado e operado no Mozilla Firefox ou Google Chrome.
No Internet Explorer você não conseguirá usar muitos recursos especiais.