Digite o nome do autor do mesmo jeito que aparece no perfil. Será mostrado tudo que o autor participa.


Icon Icon Icon Icon




A Devil For Me. - Capítulo Mais um dia de trabalho. [+16] por sakymichaelis Ter 29 Out 2013 - 19:57



Cavaleiros do zodíaco-batalha final - Capítulo Prólogo [+13] por VITOR/OTAKU 305 Sab 26 Out 2013 - 17:51



Mid - Demons - Capítulo Prólogo [+16] por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:48



[Me candidato à Beta Reader] Lara_  por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:32



[Me candidato à Beta Reader] Aline Carvalho  por Aline Carvalho Qui 24 Out 2013 - 17:39



Ver tudo





Nós estamos no ar desde
Sab 16 Mar 2013 - 11:57!


Capítulos postados: 479

Comentários postados: 973

Usuários registrados: 491



O último usuário registrado foi:
sayuri234

Parceiros




Compartilhe | 
 

 Instituto Gore Capítulo 25 - Tive mesmo que ver... Isso?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
MensagemAutor
31032013
MensagemInstituto Gore Capítulo 25 - Tive mesmo que ver... Isso?

Rômulo chegou no seu quarto distraído, com a cabeça nas nuvens, pensando o que deveria fazer para arrumar seu relacionamento com a Emilly. Gostaria de poder voltar a como era. Agora vivia tendo que disfarçar que está tudo bem... Por mais que os beijos entre eles continuassem tão quentes quanto sempre, mas também como sempre ela lhe tacava um gelo quando se aproximavam da melhor parte.

Era difícil entendê-la, mas ele tinha prazer em se esforçar para conseguir. Por mais que não estava tendo muito sucesso até então. Ela valia a pena. Muito.

Terminou de tirar sua blusa e começou a tirar a calça, expondo suas cochas musculosas e delineadas enquanto finalizava o ato de se despir para entrar em um banho. Acabara de chegar da piscina da casa de sua vizinha Renata, todos ainda continuavam por lá, era estranho atualmente ficar no meio deles todos sem a sua namorada. Ele queria que ela estivesse lá, queria estar com ela ou simplesmente parecia errado e ele não conseguia se divertir como gostaria...

O garoto então entrou na porta do banheiro ao lado... Enquanto isso uma pequena menina oriental em seu closet ainda olhava inerte espiando por entre a porta de madeira meio fechada. Ela somente foi puxada de volta a realidade quando um afobado Pedro a balançou pelo braço em meio à suas exclamações.

– Ai caralho! Não acredito! Você me trouxe para casa desse cara? Eu sou um intruso na casa do Capitão de... Se ele pegar a gente aqui a gente vai estar... E eu ainda tive que ver... Isso! – Dizia com cara de nojo, apontando para o quarto.

Mia finalmente olhou para ele, com os olhos saltando de nervosismo. Puxou a blusa do cabide e empurrou em Pedro, dizendo tão desperadamente quanto ele, por sussuros gritados, para que se apressasse e vestisse a roupa.

O garoto ainda resmungando percebeu que essa era realmente a única coisa que podia fazer no momento, por mais que ele odiou completamente toda a situação, ele ainda precisava de outra camisa. Se trocou rapidamente e aproveitando o barulho do chuveiro ligado, os dois correram para fora do quarto, fechando a porta de volta com todo cuidado para deixar o lugar parecendo intacto.

Andando no corredor em direção a saída da casa, Mia já tentava respirar melhor depois de um momento de tanta tensão como havia sido esse. Sentia que havia feito a coisa mais errada do mundo e ela nunca foi de fazer coisas erradas, muito menos assim.

Não conseguia imaginar a situação sem sentir vontade de bater em sua testa por ter tido essa ideia. Enquanto balançava a cabeça tentando tirar a visão de sua mente, percebeu que Pedro ao seu lado ainda tentava falar com ela.

Ele a perguntava, agora também mais calmo, depois de já ter brigado bastante por toda a confusão:

– O que você acha que eu devia fazer com essa blusa? – Perguntou mostrando a camisa suja de sorvete.

Ela olhou para a blusa e pareceu pensar por um minuto. Quando percebeu:

– É, você devia correr. Você está atrasado! Me dê aqui, eu te devolvo na escola amanhã! – Lançou-lhe um sorriso e o garoto correspondeu, dando-a um beijo na bochecha e agradecendo.

– Apesar de toda a situação desesperadora e constran... Bom, foi divertido. Você é realmente corajosa, sabe? De um jeito louco...

A menina sorriu sem graça e confirmou acenando, mas não achava que era bem assim, a verdade é que a ideia foi uma coisa simples, não achava que seria nada de mal. Pelo menos até chegar o momento e então começar a parecer estarem fazendo uma coisa tão errada...

Os dois se despediram e Pedro garantiu que se veriam amanhã na escola. E apesar de tudo, ela estava mesmo estranhamente ansiosa por isso.

JWHFhiiii
Escritor(a) em Evolução

Mensagens : 45
Popularidade : 0
Data de inscrição : 31/03/2013
Respeito às regras : Nenhuma advertência. Após 04 advertências, o usuário será banido.


Ver perfil do usuário
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gostou? Então compartilhe: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

Instituto Gore Capítulo 25 - Tive mesmo que ver... Isso? :: Comentários

Nenhum comentário.
 

Instituto Gore Capítulo 25 - Tive mesmo que ver... Isso?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 

Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: ::::::::: PUBLICAÇÃO DE FANFICS [CATEGORIAS] ::::::::: :: ORIGINAIS-

Site melhor visualizado e operado no Mozilla Firefox ou Google Chrome.
No Internet Explorer você não conseguirá usar muitos recursos especiais.