Digite o nome do autor do mesmo jeito que aparece no perfil. Será mostrado tudo que o autor participa.


Icon Icon Icon Icon




A Devil For Me. - Capítulo Mais um dia de trabalho. [+16] por sakymichaelis Ter 29 Out 2013 - 19:57



Cavaleiros do zodíaco-batalha final - Capítulo Prólogo [+13] por VITOR/OTAKU 305 Sab 26 Out 2013 - 17:51



Mid - Demons - Capítulo Prólogo [+16] por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:48



[Me candidato à Beta Reader] Lara_  por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:32



[Me candidato à Beta Reader] Aline Carvalho  por Aline Carvalho Qui 24 Out 2013 - 17:39



Ver tudo





Nós estamos no ar desde
Sab 16 Mar 2013 - 11:57!


Capítulos postados: 479

Comentários postados: 973

Usuários registrados: 491



O último usuário registrado foi:
sayuri234

Parceiros




Compartilhe | 
 

  Petter The Hunter - Capítulo 1 [+16]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
MensagemAutor
11062013
Mensagem Petter The Hunter - Capítulo 1 [+16]



Tema:
Supernatural

Gêneros:
Ação, Aventura, Comédia, Suspense, Fantasia, Mistério,

Clique aqui para ver as Informações Iniciais:
 



Eu era só um adolescente comum, tinha 17 anos, vivia em Lawrence-Kansas, estava no 3º ano do ensino médio, em uma noite eu estava no quarto estudando e minha irmã, Emma, de 15 anos estava dormindo no quarto dela, meu pai Carl e minha mãe Elizabeth tinham saído, e pediram pra eu ficar de olho na minha irmã. Eu ouvi um barulho no quarto dela e corri para lá com um taco de baseball na mão.




– Emma? Emma? – Eu fiquei mais assustado ainda, pois ela não respondeu. Quando cheguei ao quarto dela tinha uma “pessoa” em cima dela, mas eu acho que não era totalmente humano, eu ataquei a “pessoa”, e ela me empurrou, eu bati na parede, e antes de desmaiar, vi os dentes da “pessoa”, mas não eram normais, ela tinha muito mais dentes, que o normal, como se fossem presas.




Acordei amarrado em uma coluna, e não conseguia me soltar, eu não fazia ideia de onde estava. Prestei bem atenção pra ver se reconhecia algo, mas não reconheci, quando virei a cabeça para a direita, vi que tinha um cara dormindo, e soube que foi ele que estivera no quarto da minha irmã mais cedo. Quando virei a cabeça para o outro lado, eu vi a minha irmã, presa em outra coluna, ela ainda estava inconsciente, tentei acorda-la sem acordar o homem, mas foi em vão. Então depois de muitas tentativas, eu consegui.




– Emma? Você acordou?




– Sim Pett.– Eu fiquei aliviado quando ela respondeu.




– Ainda bem, você sabe onde nós estamos? – Perguntei aflito.




– Não. – Eu fiquei completamente perdido, teria que me salvar e salvar a minha irmã, mas nem fazia ideia de onde nós estávamos.




– Esperava que você fosse dizer isso. – Olhei para o homem, para ver se o reconhecia.




– Espera… Eu conheço esse lugar, eu já estive aqui antes, é a casa do meu ex-namorado Jerry. – Esse nome era familiar, então eu lembrei.




– Jerry? Ele não tinha se mudado a um mês atrás? – Falei surpreso




– Não, os pais dele se mudaram, mas ele e a sua irmã ficaram aqui. – Verdade. Lembro que a amiga da irmã dele falou isso pra mim.




– Você tem falado com ele recentemente? – Perguntei com o tom de voz baixo, para não acordar o homem.




– Na verdade não, ninguém sabe dele faz um mês já. – Eu não entendi. Se o garoto não se mudou, como ninguém sabe dele há um mês?




– E ninguém chamou a policia nem nada assim?




– Não todo mundo acha que ele e a irmã foram pra casa dos pais por um tempo. – Fiquei muito surpreso com isso.




– Muito estranho, eles teriam avisado pra alguém. – Um barulho na porta dos fundos da casa, nos deixa intrigados, eu a mando fingir que está dormindo e faço o mesmo.




Fingindo que estou dormindo, eu vejo uma menina e a reconheço, pois já tinha visto ela com o Jerry, é a irmã dele. Mas ela não era a mesma, estava mais musculosa, e parecia mais saudável. Eu vi que ela estava comendo alguma coisa, e depois de olhar bem para ver o que era.




–Meu deus! É uma perna. – Sussurrei.




Eu não sabia o que estava acontecendo, só sabia de uma coisa, tinha que sair de lá antes que a menina tentasse me comer ou comer minha irmã. Eu não sabia o que fazer, então de repente senti o nó que estava na minha mão afrouxando alguém estava me soltando. Eu achei que estava livre, mas algo me atingiu na cabeça e eu apaguei. Acordei com a luz do sol no meu rosto, eu estava preso em uma casa abandonada, tentei usar o celular, mas estava sem sinal, depois de um bom tempo, eu consegui arrombar a porta e sair, eu não sabia onde estava, mas com certeza não era mais em Lawrence.




Procurei algum lugar para pedir ajuda, achei um posto de gasolina, descobri que estava em: Louisiana - Missouri. Fica a umas 4 horas de carro e eu não estava com o meu. Um homem percebendo que ele estava transtornado falou:




– O que você tem amigo?




– Eu e minha irmã fomos sequestrados, eles bateram em mim, e eu acordei aqui, não faço ideia de onde está minha irmã e nem ao menos se está viva.




– Meu deus. De onde você é?




– Lawrence - KS.




– Ok, eu estou indo para Kansas mesmo, posso te dar uma carona até lá.– Eu fiquei muito aliviado ouvindo isso.




– Obrigado senhor, de verdade.




– De nada amigo… Como é seu nome mesmo?




– Peter e o seu senhor?




– Harry, agora entre no carro, quero chegar lá antes do anoitecer.




– Ok. – Eu entrei no carro e nós começamos a viagem. Depois de um bom tempo em silêncio, Harry tenta puxar assunto.




– Então, você lembra como eram essas pessoas que pegaram você e sua irmã?




– Pouco, acho que eram 2 homens e 1 mulher.




– Você os conhecia?




– Dois deles sim, mas eles não eram os mesmos, estavam diferentes. – O senhor ficou aflito com o que eu disse.




– Como assim “diferentes”?




– Eles… Nada, esquece.




– Qual é? Você pode me contar. – Então eu decidi contar




– Ok, você vai achar que é loucura, mas… Eles não pareciam humanos.




– Não pareciam humanos? como assim?




– Eles tinham muitos dentes amais, comiam carne humana, eu até pensei que pudessem ser vampiros, mas isso não existe… Não é? – O homem ficou espantado quando eu falei isso.




– …Não, claro que não. – Eu percebi uma negação, mas eu achei que o homem, só pensou que eu estava louco.




– Foi o que eu pensei.




– Peter, pode descrever como eles eram?




– Como assim?




– Eles tinham uma força “sub-humana”?




– Sim, como você sabe disse?




– Palpite de sorte.




Mais algumas horas se passaram, sem nós dois falarmos uma palavra e então chegamos na minha casa. A porta estava arrombada, e tinha uns 3 carros de policia no local, eu sai do carro e fui até um policial.




– O que houve xerife? – Perguntei muito inquieto.




– Ah… Seus pais Petter, alguém ou alguma coisa os matou.




– O que? – Meu coração quase para, eu não acreditei que perdeu a família toda, em um fim de semana.





avatar
Eduardo Victor


Mensagens : 8
Popularidade : 0
Data de inscrição : 11/06/2013
Idade : 20
Localização : Recife - PE
Respeito às regras : Nenhuma advertência. Após 04 advertências, o usuário será banido.

Escritor especialista em Ação

Ver perfil do usuário http://sedut0r.tumblr.com/
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gostou? Então compartilhe: diggdeliciousredditstumbleuponslashdotyahoogooglelive

Petter The Hunter - Capítulo 1 [+16] :: Comentários

Opa, uma fic de Supernatural!

Gostei bastante da sua escrita e já consegui reparar elementos de mistério.

Emma... *-*

Espero por mais!
 

Petter The Hunter - Capítulo 1 [+16]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 

Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: ::::::::: PUBLICAÇÃO DE FANFICS [CATEGORIAS] ::::::::: :: SERIADOS / NOVELAS-

Site melhor visualizado e operado no Mozilla Firefox ou Google Chrome.
No Internet Explorer você não conseguirá usar muitos recursos especiais.