Digite o nome do autor do mesmo jeito que aparece no perfil. Será mostrado tudo que o autor participa.


Icon Icon Icon Icon




A Devil For Me. - Capítulo Mais um dia de trabalho. [+16] por sakymichaelis Ter 29 Out 2013 - 19:57



Cavaleiros do zodíaco-batalha final - Capítulo Prólogo [+13] por VITOR/OTAKU 305 Sab 26 Out 2013 - 17:51



Mid - Demons - Capítulo Prólogo [+16] por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:48



[Me candidato à Beta Reader] Lara_  por Lara_ Qui 24 Out 2013 - 18:32



[Me candidato à Beta Reader] Aline Carvalho  por Aline Carvalho Qui 24 Out 2013 - 17:39



Ver tudo





Nós estamos no ar desde
Sab 16 Mar 2013 - 11:57!


Capítulos postados: 479

Comentários postados: 973

Usuários registrados: 491



O último usuário registrado foi:
sayuri234

Parceiros




Compartilhe | 
 

  Lemon Drops - Capítulo 01 [+16]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
MensagemAutor
28062013
Mensagem Lemon Drops - Capítulo 01 [+16]

Clique aqui para ver todos os capítulos desta história!



Gêneros:
Amizade, Ecchi, Comédia, Romance,

Clique aqui para ver as Informações Iniciais:
 


Garotas perfeitas, garotas populares, garotas de saia curta e saltos altos. Os homens veneram essas garotas como veneram futebol e cerveja. Correm atrás, suplicam, imploram por atenção, ficam hipnotizados por rostos melados de maquiagem e decotes generosos que quase fazem os seios saltarem para fora. E por que o mundo é assim? Porque vivemos em uma sociedade atrasada, estagnada, presa sob a terrível ditadura do espelho, em que somente as “garotas perfeitas” conquistam lugar no pódio dos relacionamentos.




Por que estou tão revoltada?




Porque estou me tornando uma delas!




Mas não, não. Nem sempre foi assim. Eu sempre fiz parte dos 85% da população considerados “meros mortais“. A quieta, tímida como uma estátua, com meus óculos arredondados e roupas desleixadas, sempre de cabelo preso e unhas roídas, a típica garota que só aparece no fundo da foto da turma, que tenta se esconder o máximo possível de tudo e de todos. Mas isso foi antes... Antes do maldito cupido me atingir em cheio com suas benditas flechas... Antes de eu me apaixonar perdidamente por um carinha do meu colégio...




Nesse momento você deve estar pensando que esse carinha era o galã da sala, o mais cobiçado, craque nos esportes, arrasa quarteirão, o mais popular entre as garotas. Sinto informar-lhes que não. Talvez se fosse esse carinha, tudo fosse mais simples... Pois o carinha que fisgou meu coração era ainda mais inacessível que o garoto popular... Ele era... Meu professor!




Vou contar como tudo começou, e como acabei me transformando naquilo que eu mais repudiava na face na terra! Uma boneca de luxo!




Dois meses antes...




–Bom dia, dorminhoca! Hora de levantar
–Mãe... Ah... Fala sério! São seis horas da manhã! Me deixa dormir!
–Já se esqueceu filha? Aula meu bem, você tem aula!
–Ah não! Já? Quero minhas férias de volta!
–Só mais um ano, querida. E então você vai para a sua tão sonhada faculdade!
Levantei com um pulo. A idéia da minha querida faculdade de veterinária me deu novo ânimo, faltava tão pouco! Só mais um ano no inferno colegial e eu, enfim, viveria meu sonho! Eu tinha que agüentar, em nome do meu ideal!




Como sempre, peguei a primeira roupa que vi no armário e corri para a escola, ficava perto de casa então ia sempre a pé, com ela... A chata, insuportável da minha irmã. Um ano mais nova, mas com idade suficiente para me infernizar. Por que essa antipatia toda? Porque ela era uma delas. Uma bonequinha de luxo. E fazia questão de estampar isso na minha cara todos os dias...




– Anda logo! - Ela falava, com seu tom superior




–Não sei por que você se importa Malu... É a escola, não um shopping.




–É porque você não entende que metade de nossa vida social, construímos na escola, Mona!




Acho que deixei passar as apresentações. Meu nome é Monalisa, sim, minha mãe gosta muito de obras de arte... Mas como não sou muito fã do nome, todos me chamam apenas de Mona. E minha “querida” irmã é Maria Luisa. Monalisa e Maria Luisa, meus pais definitivamente não tem muita criatividade... Enfim, minha irmã também não gosta muito do nome, sina de família, sabe como é... Então ficou Malu mesmo. Feitas as apresentações, voltemos a narrativa principal.




Chegamos rápido na escola, e logo nos separamos. Malu foi pra sua turminha popular e eu para meu único porto seguro naquela escola, meus amigos!




Diana, minha melhor amiga. Nós éramos muito parecidas. As mesmas meninas tímidas e quietas. Mas havia uma diferença brutal entre nós duas. Diana era linda! De dar inveja, até em mim! Uma morena de parar o trânsito. Aquilo fazia com que, sem querer, atraísse uma popularidade que ela não desejava, já que era um poço de timidez. Mas ela não ligava, nunca foi para o “mundo das roupas de marca”, não gostava das garotas plastificadas que desfilavam pelo colégio, por outro lado, gostava da atenção que recebia dos garotos. Apesar da vergonha, gostava de ser cobiçada, ninguém é de ferro né?




Pâmela era a terceira integrante do nosso pequeno circulo de amizades. Apesar do sonho dela ser fazer parte do outro mundinho. Não que ela não gostasse da gente, mas ela não perdia uma chance de aparecer, gostava de ser conhecida, de fazer sucesso. Só não gostava do jeito esnobe das garotas pop da escola. Por isso nunca aderiu ao grupo, mas faz questão se ver e ser vista, mais extrovertida que ela, impossível. E os garotos, ah, os garotos. Esse era um detalhe que me incomodava nela. Gostava de um a cada semana! Adorava jogar um charme. Passava jogando os cabelos longos e ruivos de um lado para o outro, rebolando e empinando a bunda. Precisava ser tão aparecida assim? Mas a gente amava ela mesmo assim, porque não tem ninguém mais engraçado que ela nesse mundo, não mesmo!




Completando nossa gangue, vinha o Lucas, o único homem do grupo. Se bem que essa é uma afirmativa questionável, considerando o fato de que ele só quer ser chamado de Lu e gosta tanto de homens quanto a Pam. O Lu é simplesmente a pessoa com quem você sonha ser amiga a vida toda. O amigo fiel para todas as horas. Que tem sempre um ombro pra te apoiar em todos os momentos. Por isso chamamos ele de “fada madrinha”.




Quando avistei os três do outro lado do pátio acenando pra mim, me lembrei o que me motivava a ir para a escola todos os dias, meus amigos!




–Mona! Que demora! Achei que não ia aparecer hoje! - Falou Diana




–Que roupa é essa amiga? - Disse Pam- Já falei que você precisa se arrumar melhor, se você deixasse eu e o Lu darmos uma repaginada...




–Nem vem, Pam! - falei, com raiva - Já falei mil vezes que não ligo para esses padrões de moda.




–Mas uma roupinha que te valorizasse mais não faria mal, lindinha. - Disse Lu, com sua voz doce.




–Resolveram fazer um complô pra mim no primeiro dia de aula? Ninguém merece!




–Deixem ela em paz seus lesados! - falou Diana, me apoiando, como sempre - Você ta linda, mona.




Um som ensurdecedor invadiu o pátio da escola. Era o sinal, avisando que mais um ano de torturas estava para começar... Mal sabia eu que esse ano seria muito, muito diferente de todos os anteriores...

avatar
Ramona Dulahan


Mensagens : 1
Popularidade : 0
Data de inscrição : 28/06/2013
Idade : 22
Respeito às regras : Nenhuma advertência. Após 04 advertências, o usuário será banido.

Escritor especialista em Romance

Ver perfil do usuário
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gostou? Então compartilhe: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

Lemon Drops - Capítulo 01 [+16] :: Comentários

avatar
Re: Lemon Drops - Capítulo 01 [+16]
Mensagem em Ter 2 Jul 2013 - 18:10 por Violet Flower
Quando eu li "um carinha da escola" não me passou que seria o professor rsrs
Será uma bela transformação. Alguém tão arredio quanto Mona vai sofrer para que isso aconteça. 
Espero o próximo.
 

Lemon Drops - Capítulo 01 [+16]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 

Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: ::::::::: PUBLICAÇÃO DE FANFICS [CATEGORIAS] ::::::::: :: ORIGINAIS-

Site melhor visualizado e operado no Mozilla Firefox ou Google Chrome.
No Internet Explorer você não conseguirá usar muitos recursos especiais.